Demolição – Barra do Una – Peruíbe. A Truculência do Estado – A Injustiça da Justiça.

No dia 12 de Abril de 2012, o BOCA DE RUA recebeu uma ligação exatamente às 23 horas, referente a uma denúncia que no dia seguinte seria demolida outra casa na BARRA DO UNA na cidade de Peruíbe.

No dia seguinte a Equipe do BOCA DE RUA com a TV Vale das Artes se dirigiram até a BARRA DO UNA, logo nas primeiras horas do dia 13 de Abril e o que vimos lá foi um cenário desolador, os moradores do local apavorados pois já havia sido demolida uma residência dias antes, o que causou pânico nos moradores que lá residem há mais de trinta anos, veja a placa que ilustra e prova que o local está habitado há mais de trinta anos:

O CENÁRIO FOI ESSE QUE VIMOS, TRISTE, MUITO TRISTE!

FOTO 01

FOTO 02

FOTO 03

FOTO 04

O Brasil é o mais truculento e voraz arrecadador do mundo e, nada contraditoriamente, é um dos países que mais apresenta casos de abuso de poder, de autoridade e de representantes do poder público que se locupletam de seus cargos. Ou o os governo resgatam sua função junto a sociedade ou esta profunda distorção de tarefas pode levar a perda de sentido de nossas instituições dentro da sociedade.

Indignados com a forma com que a Justiça Estadual está demolindo casas com base em uma lei inconstitucional, os moradores da Barra do Una, em Peruibe. impediram, por enquanto, outra demolição.

Com base na Lei 12406/2006 que criou o Mosaico da Juréia e que O PRÓPRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA JULGOU INCONSTITUCIONAL, inúmeras casas estão sendo demolidas, em um flagrante desrespeito à Constituição Brasileira.

O Tribunal de Justiça criou uma farsa ou ficção jurídico – ambiental, como no Pinheirinho, em São José dos Campos .

Ao que parece a função é para fazer uma limpeza étnica para que os futuros donos possam construir resorts ou casas de luxo, como no litoral norte.

Mesmo sem qualificação ou qualquer tipo de procedimento de segurança para moradores e funcionários a Fundação Florestal está derrubando casas na Juréia.

Moradores que tentavam registrar a forma truculenta com que os guardas-parques estavam agindo na demolição, foram impedidos sob ameaça. Telhas e demais materiais que poderiam ser doados foram destruidos e descartados na própria Estação Ecológica. (texto cedido pela MONGUE).

A TRUCULÊNCIA do ESTADO é qualquer coisa espantosa e horrível de se ver, ele é o PRÍNCIPE o SOBERANO nesses casos dizem que o povo é SOBERANO, mas só é SOBERANO no papel, e no voto nas urnas por que quando se trata de DITAR AS REGRAS é o ditador o ESTADO que manda e desmanda derruba tudo sem dó nem piedade sem se importar com a SOBERANIA DO POVO.

VEJA O VIDEO QUE A MONGUE FEZ:

Julgar sem decidir sem qualquer avaliação no local, (para uns) adiar até que a sentença perca seu sentido, (para outros), julgar em próprio benefício, usar a dogmática jurídica de modo casuístico, abusar da regra do “um peso, duas medidas”, esquecer que a justiça não está acima da moralidade e da ética, receber super salários inconstitucionais, tudo isso e mais um pouco tem acontecido na desgastada e descredibilizada justiça brasileira. Todos os três poderes carecem de um CHOQUE DE MORALIDADE.

Dizer que a justiça está abarrotada de processos, que não consegue dar vazão por mais que se trabalhe é “chover no molhado”, repetir o que já se sabe.

Para os pobres ela anda na velocidade da Luz e para os ricos ela caminha a passos de lesma, tartaruga com a pata quebrada. Este é o nosso BRAZIL, com “Z”, Yes.

Artigo 5º inciso XI da Constituição Federal está ferido de morte, rasgaram a Constituição e jogaram na lata do lixo.

XI – a casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela podendo penetrar sem consentimento do morador, salvo em caso de flagrante delito ou desastre, ou para prestar socorro, ou, durante o dia, por determinação judicial;

O LAMENTO DO POVO DA BARRA DO UNA

Este senhor, Walter, é um morador nativo da BARRA DO UNA ele está indignado com atitude do ESTADO, mas quem se importa com o senhor Walter? É mais um rosto sofrido na multidão, faz parte da estatística de números de habitantes do planeta nada mais que isso, ele e muitos senhores “Walters brasileiros”, só têm valor no dia das eleições, aí esse homem nativo e de rosto sofrido tem valor aí ele é o “SENHOR WALTER O CIDADÃO E ELEITOR.”

No dia 16 de Abril (segunda-feira) p.p novamente fomos à Barra do Una, tentar, em vão, impedir que fosse demolida mais uma casa e assim foi a segunda-feira, ao chegarmos à BARRA DO UNA, já havia vários moradores se mobilizando para prestar solidariedade à Dona Helena senhora idosa de 70 anos que o esposo está com câncer em fase terminal, está com a fratura na coluna e ainda tem que passar por isso, foi tentado de todas as maneiras para impedir isso, conseguimos, com a ajuda dos moradores do local, mais uma vez impedir que houvesse a demolição da casa da dona Helena, mas infelizmente será por pouco tempo, questão de alguns dias a mais ela será demolida também e ficamos sabendo que serão demolidas 80 residências.

VEJA AS FOTOS DO LOCAL – CASA DA DONA HELENA.

FOTO 01

FOTO 02

FOTO 03

FOTO 04

Este triste episódio, nos reportou a um caso lamentável que foi a VERGONHA NACIONAL, O CASO DO PINHEIRINHO EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, a TRUCULÊNCIA dos TUCANOS está em toda parte, acuando os mais fracos pisando nos mais humildes, pura ditadura, os anos de chumbo estão de volta, maquiado, de uma falsa DEMOCRACIA.

Ignorar a opinião pública, usar a dogmática jurídica de forma casuística, julgar a favor dos interesses de governos corruptos e de seus corruptores, atribuir-se supersalários, fechar-se em uma torre de marfim que não leva em conta o clamor das ruas por mais ética.

A justiça brasileira não está em nada distante dos outros poderes, ou aqueles a frente das instituições brasileiras promovem um choque de moralidade ou elas correm o risco de perder sua função junto a sociedade.

Perder o pouco que ainda resta da credibilidade não é muito difícil, o mais complicado será resgatar junto a opinião pública a credibilidade de uma das mais importantes instituições de nossa república: O PODER JUDICIÁRIO.

Qual o critério que está sendo utilizado para proceder da maneira que o Estado está procedendo se a própria Lei 12406/2006 que criou o Mosaico da Juréia o PRÓPRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA JULGOU INCONSTITUCIONAL?

Montesquieu, no livro “O espírito das leis” criou a idéia de que para haver equilíbrio e não haver TIRANIA os poderes deveriam ser três (judiciário, legislativo e executivo) e INDEPENDENTES.

O que temos visto no Brasil é mais promiscua relação entre os poderes, que estão fortemente dominados pelo poder Executivo, que detém em suas mãos os recursos tirados do contribuinte.

Enquanto não houver mais independência dos poderes seremos candidatos a viver em uma ditadura que distorce o próprio sentido de existir dos governos.

Os governos envergonham a nação, envergonham o povo perante os países de lá de fora, sentimos vergonha de sermos brasileiros, devido a tanta corrupção, tanta roubalheira, tanta hipocrisia, tanta mentira, tanta falsidade, enfim o povo deveria se unir e processar o governo por crime de difamação e injúria, pois ele brinca com a cara do povo como se fôssemos ninguém, um nada, e ele o todo poderoso, o todo SOBERANO se contestamos somos taxados de instigadores, dizem que estamos instigando o povo a ir contra o governo, e o governo pode ir contra o povo????

O POVO CLAMA POR JUSTIÇA.

A pergunta que não quer calar:

Por que a mansão que está construída na areia da prainha ainda está lá em pé?

Por que o prédio do aquário que está localizado na areia da praia do centro ainda continua lá?

Por que o prédio do CIRETRAN E DO DITRAN, ainda continuam lá ?

São vários porquês sem respostas.

MANSÃO CONSTRUÍDA, ESCANDALOSAMENTE, DENTRO DA AREIA DA PRAINHA EM PERUÍBE IMPEDINDO O DIREITO DE IR E VIR DO CIDADÃO.

ISSO É UMA VERDADEIRA INJUSTIÇA –

AOS RICOS, OS BENEFÍCIOS, AOS POBRES O RIGOR DA LEI, A TRUCULÊNCIA.

POSTADO PELA EQUIPE DO BOCA DE RUA

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

16 respostas a Demolição – Barra do Una – Peruíbe. A Truculência do Estado – A Injustiça da Justiça.

  1. Ana Carolina Constantino Gianucci disse:

    Excelente Material!!! Muito Obrigada!!
    Depois de saber das demolições, fiquei desarmada sem informações!!!
    Quaisquer que sejam os argumentos dos mandatários desta bárbarie, serão insuficientes pra justificar tamanha crueldade com uma comunidade tão rica em harmonia!!!!
    Estou muito indignada, e quero com a juda de muito organizar uma manifestação em favor dos nossos amigos da Barra!!!
    facebook: ana carolina constantino gianucci

    • ANA CAROLINA temos que divulgar quanto mais, melhor, para que todos saibam o que são os TUCANOS e não falamos dos TUCANOS PÁSSAROS (AVES) esses são seres de Luz, esses não fazem mal aos seres humanos.

      Falamos dos TUCANOS PSDB que governa o povo do Estado de São Paulo, com truculência e de maneira ditatorial esses sim são seres das trevas, só querem o mal do povo, está provado e comprovado.

      Até as cobras venenosas só atacam se se sentirem ameaçadas, dizem que as cobras só cobram de quem deve.

      ESSAS ATITUDES me fazem lembrar dessa musiquinha verdadeira:

      O Homem e o Cão
      2ois

      Quanto mais conheço o homem
      Mais eu gosto do meu cão

      Há homem que não merece
      A comida do Sultão
      Por isso quando falo
      No fundo tenho razão
      Quanto mais conheço o homem
      Mais eu gosto do meu cão

      A um amigo dei almoço
      Dividi meu capital
      Meu cachorro dei um osso
      Lá no fundo do quintal
      E no fim quem foi ingrato
      Não foi meu cachorro não
      Quanto mais conheço o homem
      Mais eu gosto do meu cão.

  2. Ana Carolina Constantino Gianucci disse:

    Depois de saber das demolições, fiquei desarmada sem informações!!!
    Quaisquer que sejam os argumentos dos mandatários desta bárbarie, serão insuficientes pra justificar tamanha crueldade com uma comunidade tão rica em harmonia!!!!
    Estou muito indignada, e quero com a juda de muito organizar uma manifestação em favor dos nossos amigos da Barra!!!

    Muito Obrigada!!!

  3. Raul Henrique Florindo disse:

    Meus caros, bela matéria, só gostaria de pontuar determinados equivocos com relação a percepção do significado do Estado: ele nunca esteve conciliado com os interesses da classe oprimida, isto deve ser combatido na esfera de combater a existencia do Estado, o Estado é burgues por natureza. Enfim, é uma discussão que tem que ser aprofundada. Gostaria de saber se há alguma organização de resistencia na barra do una, se há coisas além dos tramites juridicos? se há concilio com outros movimentos, ex: MTST, MST, movimento estudantil ou setores que o valham… este tipo de organização deve ser primaria para a garantia de um interesse micro diante do fenomeno macro, que é a própria concentração e centralização das terras nas mãos da burguesia – que nem brasileira é, diga-se de passagem, estamos fomentado o capital extrangeiro em todos os níveis. Chega de ser celeiro do mundo, chega de impressõe falidas acerca do estado.

    Enfim, esta é minha dúvida, há algum tipo de organização que pretenda resistir às armas?

    • Raul, em primeiro lugar o BOCA DE RUA agradece muitíssimo a visita.

      Isso mesmo, é uma micro manifestação para um macro, gigante problema, e que está embasado na seguinte filosofia ” O MAL NÃO VENCE O BEM” é um povo humilde que está lá há mais de trinta anos, outros são nativos como o Sr. Walter de família tradicional em Peruíbe, familia “PRADO” tradicionalíssma.

      O que não dá para entender é que onde ficam os direitos humanos?

      Onde fica o DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL?

      Para as autoridades autoritárias, que não devem saber o verdadeiro conceito de DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL, fiquem sabendo que é o seguinte:

      Define-se por Desenvolvimento Sustentável um modelo econômico, político, social, cultural e ambiental equilibrado, que satisfaça as necessidades das gerações atuais, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazer suas próprias necessidades.

      Esta concepção começa a se formar e difundir junto com o questionamento do estilo de desenvolvimento adotado, quando se constata que este é ecologicamente predatório na utilização dos recursos naturais, socialmente perverso com geração de pobreza e extrema desigualdade social, politicamente injusto com concentração e abuso de poder, culturalmente alienado em relação aos seus próprios valores e eticamente censurável no respeito aos direitos humanos e aos das demais espécies.

      Devem ter rasgado e jogado no lixo esses conceitos.

      DESENVOLVIMENTO SUSUTENTÁVEL – palavra bonita mas que só funciona no papel, na prática não tem nada a ver.

      Precisamos fazer alguma coisa gritar para o mundo, mobilizar as ONGs que não são de fachadas, as ONGs sérias se for preciso iremos à todos os lugares para obtermos recursos ainda que sejam apenas verbalmente, o que não podemos permitir que seja adotada ditadura, os anos de chumbo voltarem, isso jamais podemos permitir.

      Vamos nos apegar aos DIREITOS DO IDOSO, AOS DIREITOS HUMANOS, AO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL, enfim…… a todos os órgãos de proteção à pessoa.

      Lá existem vários idosos inclusive essa senhora que estão querendo usar da força bruta e derrubar a casa dela, a outra que já foi derrubada, também era de uma senhora idosa, nem isso eles estão respeitando, uma total afronta ao ser humano.

      O que pudermos fazer para impedir que mais casas sejam derrubadas, faremos e não mediremos esforços, se quiserem nos prender poderão fazer aí ficará melhor aos olhos da sociedade.

  4. Thiago Nalli disse:

    Olá, Gostei da matéria, fiquei sabendo pelo Facebook do Fotografo Ricardo Brito.

    Só não consegui entender ainda o “Por que” dessas demolições? estão em areas irregulares, terrenos que pertencem a outras pessoas, foi dado ordem de demolição por quem? Estou meio perdido.

    Indo um pouco no comentário do Raul (logo acima) acredito que é preciso mesmo unir forças com movimentos estudantis, MST, etc. Sai de Peruibe justamente por ser uma terra sem lei, já postei várias vezes em meu antigo blog desativado (Adoravel crítica) que não havia leis em Peruibe no geral. Mesmo eu estando “longe” (em São Paulo) deixo registrado meu apoio em favor desses moradores.

    Há, já deixei comentários aqui criticando algumas matérias (Sim, sou o Senhor Crítico que já deixou comentários aqui no passado) porem hoje venho parabenizar, gostei muito de como foi tratado o tema e parabens pelos 400 Mil acessos.

    • Thiago, o BOCA DE RUA agradece a visita.

      As demolições estão acontecendo por ordem da Justiça, o que acreditamos são de maneira arbitrária, tendo em vista a Lei 12406/2006 que criou o Mosaico da Juréia foi julgada pelo próprio Tribunal, que agora manda derrubar as casas, como inconstitucional, são residências que já existem lá há mais de 70 anos, outras há mais de trinta anos e por aí vai, são moradores antiquíssimos de lá, nativos, outros que não são, já moram lá há vários anos e agora o Estado achou por bem reivindicar algo que não pertence a ele e de maneira ditatorial e tirana mandou derrubar as casas que lá existem, caso fossem imóveis que estivessem na iminência de desabar, colocando em risco a vida das pessoas então não seríamos contra, em hipótese alguma, mas não foi esse o caso, são casa ótimas e de valor alto.

      Obrigada pelo reconhecimento do nosso trabalho e saiba que as críticas, sejam elas construtivas ou não, servem para o crescimento do sistema e aprimoramento do trabalho, não podemos ser contra as mesmas, senão não saberemos se estamos errando ou não, para poder corrigir eventuais erros.

  5. Igor Tiburcio disse:

    Ola boa tarde a toda equipe que vem fazendo um trabalho muito bom sobre a questão Barra do Una estamos juntos e solidários as pessoas que la residem,gostaria de saber se a equipe pode fazer uma matéria no dia 28 de Abril de 2012 onde estaremos organizando um protesto por conta desta medida inconstitucional que estão adotando com esta gente que tem sua vida e historia neste lugar onde sou frequentador, aguardo uma resposta e se um numero de contato para poder conversarmos sobre a manifestação grato desde ja abraço a toda equipe !!!!!

    • Igor, o BOCA DE RUA agradece a visita.

      Poderemos combinar tudo seria melhor se você fosse ao escritório do BOCA DE RUA que fica na Av. dos Expedicionários 655 – Sala 03 – Sobre Loja – Centro Peruíbe – o escritório fica em cima da papelaria Aquárius, atrás da Câmara dos Vereadores na Av. do Pronto Socorro, não tem como errar, o telefone do BOCA DE RUA é (13) 3453-4808.

      Iremos sim, pois fomos na Sexta-Feira (13) e graças à nossa resistência impedimos que fosse demolida a casa da dona Helena, marcaram para segunda-feira (16) retornamos ao local e foram chamados mais reforço com força tática e tudo o que tinham de “direito” novamente fizemos protestos mobilizamos o bairro todo e novamente impedimos que fosse derrubada a casa da dona Helena, não vamos permitir que derrubem mais casa e mais HELENAS sejam prejudicadas, humilhadas, vilipendiadas e esmagadas pelo braço forte do ESTADO DITADOR.

      Não podemos permitir que se repita a VERGONHA NACIONAL e que haja um segundo PINHEIRINHO.

      Igor se você puder ir ao escritório do BOCA DE RUA podemos marcar um horário e dia e traçarmos as estratégias que devemos adotar, que seja outra manifestação pacífica como foram as duas que fizemos lá, sem violência pois se agirmos com violência perderemos a razão, se formos na paz tudo se resolverá da melhor maneira possível.

      Estamos um pouco “tranqüilos” por ter sido dado esse despacho do Juiz aqui ó:

      16/04/2012 Despacho Proferido

      Autos nº. 1.549/09 Vistos. Certifica a Sra. Oficial de Justiça o não cumprimento do mandado em razão de, a empresa contratada pela parte autora, na primeira oportunidade, não haver executado o contratado e, na segunda oportunidade, não haver comparecido.

      Até o presente momento a parte autora não se manifestou nos autos, ainda que, para requerer maior reforço policial; não cabendo a esse juízo, prosseguir na execução do mandado de ofício.

      Cobre-se a devolução do mandado expedido. Intime-se a parte autora com urgência a, no prazo de 24 horas, se manifestar em termos de prosseguimento. Int.

      19/04/2012 Aguardando Prazo 4/5/12

      Até 04/05/2012 poderemos traçar planos para que seja suspensa a derrubada de mais casas, já foram cinco casas que foram vítimas da truculência da Justiça, uma está interditada, a justiça lacrou a casa.

      Temos que impedir que a DITADURA VOLTE.

  6. cacildo do guarau disse:

    Barra do UNA quem quer derrubar a história?

    Conhecido desde o descobrimento onde entrou o arroz no Brasil,e começaram a plantar especiarias para os europeus como cravo, canela,pimenta etc . O caminho dos Indios depois do imperador que teve a primeira linha do telégrafo durante a guerra do Paraguai.
    A Br 101 esta toda demarcada pelo trabalho feito pela Sudelpa (ouve com a estrada do UNA a invasão de Terra no UNA e no Juquia por um grupo de Paulistas ) Do Rio Grande do Norte ao Rio Grande do Sul somente falta o Trecho da Jureia ate a divisa com o Parana. Foi planejado e quase entrou em execução uma cidade para 65 mil Habitantes entre as terras que o Pai do Senador Suplici arrematou num leilão em Santos na década de 20 ate no Rio Verde,Foram feitas duas pontes no governo Maluf que ligava nada a lugar nenhum que depois ficamos sabendo das quatro Usinas Atómicas que a Nuclebras ia colocar por aqui e foram para Angra dos Reis .No governo Montoro foi assinado No Campo do Guarau erradamente Reserva Ecológica onde Peruibe perdeu grande parte do seu território e os Vereadores da época ate aplaudiram. No governo Lula aprovou o SNUK que regulamentou que em reserva ecológica não deve ter ninguem. Por que mexer com uma comunidade que ha mais de cem anos tem a festa da tainha. O fandango o Passadino e um clube de futebol mais velho de São Paulo . Por que não mechem primeiro nas terras da Faber ou nas Propriedades do Juquiá que esta dentro da Estação Ecológica ?
    Cacildo do Guarau

  7. maria cristina aría disse:

    Eu e meus familiares fazemos parte da comunidade e convivemos há decadas com o povo amável, companheiro e preservador da natureza, residente na B. do Una. De maneira alguma devemos admitir que pessoas que nem conhecem aquele local, a história de vida e de luta daquele povo, legislem sobre suas vidas e suas casas. Se o governo quer agir , deveria primeiramente intervir na busca de melhores condições para aquelas famílias que diariamente colaboram na preservação daquele local centenário que construiram de forma pacífica e ordeira. Deveriam voltar a atenção para as crianças que lá vivem e a forma como se deslocam para ir a escola. A partir dos 09 anos de idade, o ensino não é oferecido na Barra do Una e, esses “Sujeitos de Direitos e com Prioridade Absoluta ; que não podem ser expostos a Situações de Risco e/ou Vexatórias; Seres em Desenvolvimento perante a Lei – ECA”…, deixam seus lares as 05 horas da madrugada e só retornam por volta das 03 horas da tarde. A alimentação nesse período é o lanche oferecido pela família e a merenda escolar.Se o ônibus que os transporta quebrar, o que é comum diante da falta de manutenção da estrada, os pequeninos tem de percorer quilômetros a pé. A estrada, por onde esses estudantes passam duas vezes ao dia, é esburacada, com trechos sinuosos e abismos, sem conservação. Tudo em nome do Meio Ambiente. A ida até a escola é uma viagem difícil de ser suportada até por adultos, imaginem por seres em desenvolvimento. Melhor seria que nossos governantes , a Promotoria e o Judiciário, primeiramente , dessem a importância devida ao ser humano e considerassem em seus julgamentos e propostas que:-”Define-se por Desenvolvimento Sustentável um modelo econômico, político, social, cultural e ambiental equilibrado, que satisfaça as necessidades das gerações atuais, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazer suas próprias necessidades.”(sic). A Barra do Una e todos que fazem parte da Comunidade, desde a criança ao idoso, clamam por Respeito e Atenção.

  8. SEBASTIAO RANGEL disse:

    Plenamente de Acôrdo, recentemente também fui surpreendido pelo pessoal do posto fiscal que fica na estrada do una, dizendo-me que doravante era proibido pescar copm varas nos costôes do una, inclusive nos rios, tal pescaria só seria permitida se fôsse acompanhada de um nativo, ou de um empresario do ramos do turismo da região, vejam bem….! tenho casa em Peruibe ha mais de 20 anos, nunca consegui pescar mais de dois ou tres peixinhos por lá, eles alegaram que é para preservação, mas quem acaba com os peixes é na maioria das vezes, grandes empresariops e autoridades da propria região que conseguem “não me pergunte como” autorizações absurdas em ares que nós pobres mortais nunca conseguimos chegar ” Jureia” e onde está o verdadeiro sentido de preservar….?

  9. SEBASTIAO RANGEL disse:

    Apenas complementando, sou pescador amador, com duas ou tres varinhas no máximo…!

  10. jose gilberto barros leal disse:

    Gostaria de expressar minha indignação com a situação que se encontra a Barra do Una hoje.
    O meu pai é proprietario de uma casa na Barra, a qual está lacrada, porém ele tem essa casa a mais de 30 anos com documentos que provam que é dele e consta nos altos do processo que ele não é o dono.
    A casa está totalmente abandonada e caindo aos pedaços, pois não podemos mexer em nada. É triste saber que nosso patrimonio de anos está se desfasendo.
    É dificil acreditar que toda uma historia está prestes a desaparecer e pior, decretada por pessoas que nunca conheceram a cidade, não sabem como é a vivencia daquelas pessoas, a luta para sobreviver mesmo com o abandono do governo.

    • Jose Gilberto, o BOCA DE RUA agradece a visita.

      TRISTEZA, INDIGNAÇÃO, REVOLTA, essas são palavras que usamos para expressar o nosso sentimento com relação a essa atitude arbitrária do governo, atitude de TIRANO, DITADOR, onde o ser Humano, o Cidadão, eleitor e contirbuinte vale menos que nada.

      Quando tomamos ciência da aberração que estava acontecendo no UNA fomos montar plantão e ficamos lá por três dias seguidos até a Oficial de Justiça não voltar mais, impedimos, na paz é claro, que mais uma casa viesse ao chão a casa da DONA HELENA ela chorava muito estava desesperada e nós pedimos a todas as pessoas que estavam lá em solidadriedade a ela para fazermos um cordão humano e pacificamente impedirmos que houvesse a demolição, não sabemos até quando, todos os moradores do UNA precisam constituir um advogado que realmente vá lutar em prol dos moradores de lá, tendo em vista a dona Helena só ficou nessa situação lamentável por que o advogado dela perdeu prazo, e num processo perdeu prazo perdeu o processo. Nós tivemos acesso ao processo e lá vimos que a peça que o advogado colocou estava intempestiva, por isso que ela perdeu o direito de ficar na casa dela.

      Analisando friamente sem qualquer envolvimento emocional, entendemos que o governo não pode ter essa atitude ditatorial referente às pessoas que se encontram no UNA, visto que eles estão lá tirando o sustento da terra e do mar, apenas para sobrevivência deles, a famosa “SUSTENTABILIDADE” essa tal de sustentatbilidade só existe na teoria? Ele poderia impedir que mais pessoas construissem alí, mas não ter essa atitude tirânica contra quem está lá há mais de 30 anos ou quem nasceu lá, ou até mesmo quem construiu antes dessa retaliação do governo.

      Não se joga um ser humano na lata de lixo, não pode fazer isso com o semelhante.

      Como eles não vão mexer com o JP Melo que construiu aquela mansão na prainha e muitos outros que tem mansões dentro da areia da praia, aquilo lá sim é crime contra o meio ambiente, mas com ele não, com ele ninguém mexe, só querem mexer com os mais fracos com quem não polui nada.

      Podem contar conosco, no que precisarem, e o que depender do BOCA DE RUA e da TV Vale das Artes nós estaremos prontos para ajudá-los.

  11. victor disse:

    Logo mais começaram a demolir no Guaraú.É uma tremenda sacanagem,o que também
    acontece no Guaraú. Lá existem quarteirões,com quase todos os lotes construídos,más se
    você possui um lote,não pode construir.Existem construções que terminaram com a mata nativa,e se você quiser mante-la,o seu vizinho,acaba com seu terreno.Dois pesos duas medidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>