Atingimos a marca de mais de um milhão de acessos em apenas dois anos e meio.

Um milhão, dois mil e novecentos e oitenta e sete mil acessos. Este é o número de visitantes que acessaram o conteúdo de apenas dois anos e meio.

A contagem é feita automaticamente pelo servidor que hospeda o site www.bocaderua.com.br viramos 900 mil em 04 de dezembro de 2012, em 20 de dezembro de 2012, viramos um milhão de acessos, foram, em média, 6250 acessos ao dia, teve dia de chegar a 9632 acessos somente em um dia.

Nesses dois anos e seis meses, atingimos a marca de um milhão de acessos, foram várias matérias, que foram ao ar, algumas delas censuradas pelo próprio Judiciário, o que vai contra a Constituição, essas matérias foram retiradas do ar a pedido de sete vereadores, vereadores esses, que são os nossos legisladores eles têm o dever e a obrigação de cumprir e fazer cumpri a Lei, não de ir contra ela, com total abuso de autoridade, massacrando a dona do site, por, supostamente, antipatia pessoal da parte deles, condenaram e pediram a retirada do ar de várias matérias e até deste site. Ficamos por vinte e sete horas fora do ar, mas quando voltamos adquirimos mais força ainda, esse evento trágico aconteceu antes das Eleições obedecendo uma Lei ditatorial criada pelos Deputados para protegê-los da Imprensa Livre e descompromissada com o governo ditador.

O SITE BOCA DE RUA é um canal dos mais importantes, pelo trabalho que ele desenvolve na cidade de Peruíbe, mais especificamente, denunciando as falcatruas, as fraudes e as maracutáias do poder público, cassando vereador IMPROBO e não deixando a impunidade imperar.

Os temas em destaque foram mais focados no setor da Saúde, hoje extremamente sucateada e abandonada.

Enquanto houver injustiça com os cidadãos humildes, enquanto houver injustiça com os animais, lá estaremos para defender os indefesos.

Amigos, este post é de agradecimento. Este mês chegamos a uma marca história para o nosso site BOCA DE RUA: mais de um milhão de acessos em apenas dois anos e meio, precisamente, 1.00. 2987. E tudo isso só foi possível graças a você, leitor de todo o país, de todas as cidade e de todos os estados que separa um pouquinho do seu tempo para nos fazer uma visita diária. Muito obrigada. Também quero agradecer a Deus, aos meus amigos de toda equipe, claro, aos nossos parceiros anunciantes. Vocês fazem parte desse sucesso, muito obrigada! Em retribuição a todo o carinho dos nossos leitores, traremos muitas novidades para o ano de 2013, inclusive. Divulguem nosso site no Facebook, Twitter, Orkut, enfim, vamos trazer mais amigos para o “nosso clube” de sucesso. Felicidade, Feliz Natal a todos e que o ano de 2013 seja de muita Saúde, muito Amor e muita Paz que o MENINO JESUS, o aniversariante, abençoe a todos e…muito sucesso, valeu!!!

Atingir essa marca foi o maior presente de NATAL que o BOCA DE RUA recebeu de todos.

Um milhão de abraços apertados e um milhão de beijos.

POSTADO PELA EQUIPE DO BOCA DE RUA

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

8 respostas a Atingimos a marca de mais de um milhão de acessos em apenas dois anos e meio.

  1. Marta disse:

    V A L E U !!!! BOCA DE RUA…. / VALEU DONA CLAUDETE… VALEU SR. ORLANDO WALTER.. VALEU SR. CRISTIAN … pessoas que admiro mesmo eu estando longe . Vcs merecem o reconhecimento por todos seus trabalhos .. Não conseguiram lhes calar com perseguições nem maus tratos.. UM EXCELENTE 2013 A TODOS. QUE O MILHÃO SE MULTIPLIQUE EM OUTRO MILHÃO de acessos pois o povo necessita de verdade, aprendizado , de informação sempre ..,Essa luta de justos faz com que OS MAQUEADOS SEJAM DESMASCARADOS . Peruibe é pedaço de paraiso e mereçe ser bem tratada .. !!! FELIZ NATAL !! PERUIBENSES !!!!

    • Senhora Marta, muito obrigada pelo reconhecimento do nosso trabalho, um milhão de vezes agradecemos, e o ano de 2013 teremos novidades das melhores possíveis para as nossas praias, pelo menos famílias de bem, com filhos poderão voltar a desfrutar de um bom papo à beira do mar à noite, poderemos desfrutar das belezas naturais que a Mãe Natureza nos proporciona gratuitamente, os sons pornográficos deixarão de existir, assim esperamos, vendas de bebidas de alto teor alcoólico deixarão de serem comercializadas a céu aberto, teremos em 2013 um diretor da defesa Social que irá trabalhar sério para manter a ordem e as boas maneiras para que famílias possam voltar a passear à beira da praia sem sentir mau cheiro de fezes e urina em todo calçadão da orla, nesta gestão sob o comando desse diretor da defesa que aí está prestes a sair, nunca mais tivemos a menor condição de sairmos à noite para tomarmos um ar, a praia do centro de Peruíbe está pior do que a praia Grande quando tinha o apelido de pinicão, o pinico do mundo agora é a praia do centro de Peruíbe, tem tudo o que é ruim lá e ninguém nunca fez nada, nessa gestão Bargieri deixaram rolar solto, espantando os turistas que querem vir aqui para descansar e deixar dinheiro para essa pobre cidade, esses turistas foram embora ficando apenas aqueles baderneiros que gostam de ouvir lixo numa altura infernal e o que eles ouvem é só pornografia, não podemos ir com nossoa parentes, crianças e idosos dar um passeio pois somos obrigados a ouvir somente pornografia.

      Se Deus quiser e ELE quer, 2013 será um ano de novo governo, nova direção e pessoas que pelo menos querem trabalhar com seriedade, e respeito com os turistas e os moradores de Peruíbe, qualquer coisa que não sair como estamos pretendendo, vamos informar ao povo como sempre fizemos.

      Estamos depositando toda confiança e torcendo muito para que esse governo seja, no mínimo, respeitoso e governe direcionado para o bem da cidade, tudo que está um lixo terá que ser varrido para a lata do lixo, fazer uma mega faxina geral, na cidade toda, começando pela Saúde e terminando no turismo, que esse é um setor que vamos cobrar muito do diretor que assumir, pois a cidade prcisa de capital de giro, coisa que nessa gestão não teve, tudo está abandonado, pior agora que ela perdeu as eleições, teriam que pedir a prisão dela por ela estar fazendo o que está fazendo com a Saúde, isso é caso de polícia.

      Feliz Natal dona Marta, para a senhora e sua família e que 2013 atenda todas as suas reivindicações.

  2. Evangeline disse:

    This is usually a really great site content, im delighted I came across it. Ill be back off the track to look at other reports that.

    TRADUÇÃO:

    Isso geralmente é um conteúdo do site realmente grande, eu estou encantado me deparei com ele. Mas estar de volta para fora da pista para olhar para outros relatórios que.

  3. Robson Sciola disse:

    Olá, Claudete.
    Passei por aqui para desejar boas festas para você e os seus, bem como para todos os leitores do Boca de Rua.
    Aproveito para transcrever um artigo, muito pertinente, de Gaudêncio Torquato, publicado no site do Estadão on line de hoje.
    Qualquer semelhança com o que ocorre em Peruíbe NÃO é mera coincidência…

    Os guerreiros da maldade
    23 de dezembro de 2012 | 2h 08
    Gaudêncio Torquato* – O Estado de S.Paulo
    (http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,os-guerreiros–da-maldade-,977018,0.htm)

    Ao visitar a sagrada montanha de Taishan, Confúcio, o sábio chinês, deparou-se com uma mulher cujos parentes haviam sido devorados por tigres. Indagou: “Por que não se muda daqui?”. Ouviu como resposta o lamento: “Porque os governantes são mais ferozes que os tigres”. A historinha é um libelo contra os políticos. A desilusão com os governos tem atravessado ciclos históricos, ganhando referências e pontuações que marcam o caráter predador de mandatários que se valem da política como escada para a ascensão pessoal. Saint-Just, um dos jacobinos da Revolução Francesa, executado após a queda de Robespierre, costumava dizer: “Todas as artes produziram maravilhas, exceto a arte de governar, que só produziu monstros”.

    Nessa mesma linha, registra-se uma lapidar frase de John Adams, o segundo presidente dos Estados Unidos: “Todas as ciências progrediram, menos a de governar, que não avançou, sendo hoje exercida apenas um pouquinho melhor do que há 4 mil anos”. Concorde-se ou não com a moldura expressiva, o fato é que, aqui e alhures, multiplicam-se exemplos da devastação que governantes e políticos provocam nas mais diferentes roças da res publica. Apesar dos avanços da democracia nos palcos contemporâneos, os atores políticos extrapolam seus papéis.

    Fixemos os olhos ao nosso redor. A par da bateria de denúncias que atingem os costados da administração federal, feitos de governantes municipais derrotados no último pleito têm chamado a atenção. Inconformados por não terem sido reeleitos ou pela derrota de seu candidato, os guerreiros da maldade espalhados pela Federação abrem um vasto arsenal de armas para atirar contra a população. A vingança se dá por meio de um leque de atos pérfidos: suspensão de serviços básicos (saúde, transporte, limpeza pública, por exemplo), demissões irregulares de funcionários, calote na folha de pagamentos, nomeações de última hora, realização improvisada de concursos públicos, desprezo pela Lei de Responsabilidade Fiscal, etc.

    Em algumas localidades, a situação caótica ganhou intensidade com o fechamento de postos médicos, suspensão do transporte escolar e até dos serviços de abastecimento de água. Apesar da iniciativa saneadora do Ministério Público e dos Tribunais de Contas, prefeitos conseguem driblar medidas impostas como Termos de Ajustamento de Conduta (TAC), ações cautelares e preparatórias de ações civis públicas. Quem não se lembra do folclórico ex-presidente da Câmara dos Deputados Severino Cavalcanti, hoje prefeito de João Alfredo, em Pernambuco? Foi obrigado a se submeter a um TAC para regularizar o pagamento de servidores e restabelecer serviços públicos. E a prefeita de Fortaleza, hein? Luizianne Lins suspendeu o “Réveillon da Paz” por não se sentir “legitimada para conduzir uma festa que transcorrerá em meio a uma mudança de gestão”. Que cara de pau.

    O que explica a vingança contra o eleitorado? Reação ao exercício do voto consciente. Avançamos em matéria de cidadania ativa. Como se recorda, John Stuart Mill, em suas Considerações sobre o Governo Representativo, divide os cidadãos em ativos e passivos, arrematando que os primeiros fazem bem à democracia, enquanto os segundos são os preferidos dos governantes. O eleitorado racional se expande, e é este um dos fatores a explicar o estreitamento de currais eleitorais. Alarga-se a participação do eleitor no processo político, cujos efeitos se fazem ver na renovação dos quadros municipais. Essa nova realidade explica a ação vingativa de prefeitos que receberam o cartão vermelho nas urnas. O jus sperneandi dos derrotados é uma tentativa de puxar para a atualidade traços do ciclo coronelista que Victor Nunes Leal tão bem descreveu em Coronelismo, Enxada e Voto, cujo lema era: “Para os amigos, pão; para os inimigos, pau”. Negar pão e água ao adversário e favorecer os amigos, máximas da República Velha, ainda inspiram a banda jurássica de nossa política.

    O fato é que os avanços do presente, por mais que se multipliquem, não apagaram as marcas do passado. Nos mais diversos campos, da política aos costumes, o Brasil dual se faz ver por meio de uma banda asséptica ao lado de uma banda suja. De um lado, o cabo de guerra é puxado pelas forças da moral e da ética, sob a bandeira de valores republicanos como o compromisso, a prevalência da coletividade sobre a individualidade, a transparência, a verdade e a justiça. De outro, as forças do atraso se esforçam para ganhar a peleja, usando, para tanto, as armas da emboscada e as curvas dos desvios e ilícitos. Mas há motivos para comemorar.

    O Supremo Tribunal Federal chega ao final de um julgamento que, há cinco meses, parecia algo inalcançável. Enxergamos as instituições, malgrado vaidades e querelas entre grupos, funcionarem a contento. Num território afamado por impor barreiras quase intransponíveis ao acesso à justiça e onde se edificou gigantesco apartheid social, verificar que os poderosos também podem ingressar no xilindró constitui agradável sensação de que águas cristalinas voltam a banhar o corpo pátrio. Todos são iguais perante a lei. Essa é a luz que joga claridade sobre instituições e pessoas, pobres e ricos.

    Não podemos perder de vista os enclaves do atraso, as teias de maracutaias, as máfias que se incrustam nas malhas da administração nas instâncias federativas. Urge eliminar os focos de corrupção que conectam a burocracia à esfera dos negócios privados. Holofotes devem ser abertos sobre quadros venais, alguns habitando os mais altos tribunais, que agem sob suspeita camada de interesses escusos. É bem verdade que os mecanismos de investigação aguçam a percepção e aperfeiçoam as ferramentas de controle. Mas os donos do poder invisível multiplicam garras e escudos de proteção com inimaginável sofisticação. São trânsfugas morais. Sabem expressar o discurso da honestidade para confundir os incautos. Fazem da hipocrisia a arte de amordaçar a dignidade. Que o Natal ilumine a consciência de todos!

    * Jornalista, professor titular da USP e consultor político e de comunicação

    • Robson, quero agradecer, em meu nome, e em nome de toda a Equipe do BOCA DE RUA os votos de boas festas, lhe desejo em dobro toda felicidade do mundo e que 2013 seja melhor que 2012 e que aconteça tudo aquilo que estamos almejando, belo texto esse dos GUERREIROS DA MALDADE do Gaudêncio Torquato, cabe certinho em Peruíbe, veste bem esse manequim.

      Feliz Natal e um ano de 2013 cheio de paz, saúde e muito desejo e esperança de uma Peruíbe melhor, passada a limpo.

  4. Almirante disse:

    Parabéns ao Boca de Rua pela garra e coragem enfrentando a tudo e a todos. Um feliz natal, um próspero 2013 com mais e mais vitórias pois nesta Nova Era que agora se inicia, os bons cada vez mais triunfarão. A justiça se fará cada vez mais presente. E a esses pobres coitados da alma que burlaram a confiança que a êles depositamos, sintam o pêso da verdade. Um abração do Almirante, 1000000 de vezes!!!!

    • Almirante, o BOCA DE RUA agradece muitíssimo as felicitações e deseja em dobro para você e sua família, mais um milhão de vezes muito obrigada por visitar sempre a nossa humilde casa.

      Feliz Natal e que o ano de 2013 venha com toda força positiva com muita saúde e muita paz, sendo passada a limpo.

      O SHOW TEM QUE CONTINUAR……

  5. Your writing style is unquestionably impressive. Like Jd Sallinger.

    TRADUÇÃO:

    Seu estilo de escrita é, sem dúvida, impressionante. Como Jd Sallinger.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>