Suposto desvio de 100 kg de carnes que vieram para alimentar os doentes do pronto socorro central na gestão passada.

O BOCA DE RUA não esquece.

A SOLICITAÇÃO.

Foi protocolado na Câmara, no dia 02 de Outubro de 2013 esse Requerimento aqui ó:

Quando da conclusão dessa CEI na Câmara, o relator, que na época foi o ex vereador OLIVEIRA, ao invés dele remeter o Relatório concluído, ao Ministério Público, ele não o fez, devolveu novamente para a prefeitura, para eventualmente começar tudo novamente, ou então, o Relatório esteja em alguma gaveta.

Tendo em vista, muitas pessoas perguntam como ficou a CEI do desvio de 100 Kg de carnes que vieram para alimentar os doentes do PS Central, na gestão passada?

Ainda perguntam o porquê do relator não ter enviado ao Ministério Público, e querem saber: será que houve a intenção de proteger alguém nessa CEI??? A quem ele estaria querendo proteger??? Essas são perguntas que não podem ficar sem respostas.

Caso o Relator tivesse desempenhado bem o seu papel, talvez hoje já tivesse sido apurado esse caso e os eventuais culpados já estariam pagando pelo crime que cometeram, por terem tirado 100 kg de carne da boca dos doentes do PS Central.

AS CEIS QUE FORAM PARAR NO FORNO DA PIZZA.

CEI DO TRÂNSITO.

Nessa CEI houve fortes indícios de irregularidades na aplicação das multas, que segundo o denunciante, o agente que efetuava as multas não era pessoa habilitada para tais serviços, isso o denunciante disse e provou e infelizmente, novamente, como que querendo, sempre proteger alguém, que não se sabe quem, nada foi revelado nesse caso, sabemos que houve a denúncia e tal denúncia, supostamente não foi apurada como deveria ser.

O.O.LIMA, “NOVIDADES NO CASO”, EMPRESA CONTRATADA PELA GESTÃO PASSADA – A CEI DO GAECO.VAMOS LEMBRAR O QUE ACONTECEU.

Há fortes indícios que nesta CEI supostamente, houve violação de um envelope vindo do GAECO DE CAMPINAS por uma pessoa da Câmara, que essa pessoa, supostamente, tentou incriminar a estagiária da época, tendo em vista a mesma recebeu o envelope assinou o Aviso de Recebimento (AR) e em seguida foi entregar a correspondência a um integrante da CEI que o recebedor assinou o protocolo de entrega do envelope, não fosse um vereador, da época, ir em favor da estagiária, hoje talvez ela estivesse condenada por um crime que não cometeu, estaria enquadrada no famoso ditado “A CORDA SEMPRE ARREBENTA DO LADO MAIS FRACO.” Mas dessa vez o ditado falhou, pois esse vereador viu a estagiária entregando o envelope, lacrado, ao recebedor que em seguida assinou o recebimento.

Houve dois Relatórios finais nessa CEI o da ex vereadora Nadyr, que o vereador e membro da CEI, André de Paula, fez questão de ler na Tribuna da Câmara, que foi voto vencido e o segundo relatório, supostamente com fortes indícios de adulteração, o que prevaleceu foi esse segundo, mas temos provas cabais desse assunto, inclusive sabemos o nome da pessoa que violou o envelope lacrado e supostamente teria adulterado alguns documentos, o que resultou no final infeliz e com uma bela rodada de Pizza que o BOCA DE RUA levou à sessão da Câmara. PURA DECEPÇÃO!

Como não há crime perfeito esse crime está prestes a ser desvendado e punirá, sem dúvida todos os supostos envolvidos e quem negligenciou as investigações.

POSTADO PELA EQUIPE DO BOCA DE RUA

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>