Péssima notícia no dia do Padroeiro do Servidor Público. Funcionários da UPA estão sob suspeita.

No dia 24 de outubro do corrente, através da rede social FACEBOOK, me deparei com noticia indicando que a Comissão Especial de Inquérito, presidida pelo Vereador Rafael Vitor dos Santos, que investiga eventuais irregularidades na gestão da área de Saúde no município de Peruíbe, havia enviado a Prefeita Municipal um ofício notificando-a das irregularidades na Gestão Municipal de Saúde, do qual destaco o seguinte trecho da reportagem:

“Documento encaminhado nesta quarta- feira (23) pela Comissão de vereadores ao Executivo Municipal, através do Ofício no. 29/2013 – CEI- Requerimento no. 247/2013 revela deficiência nos serviços prestados, irregularidades e inúmeras reclamações de munícipes. A falta de médicos, de medicamentos, de ambulâncias e até maus-tratos à pessoas, também foram apontados pelos membros da CEI.”.

Seguindo a conduta do BOCA DE RUA de sempre confirmar as notícias e não publicar matéria “encomendada”, pedi cópia do documento à vereadora.

A surpresa foi que em sua íntegra fazia gravíssimas acusações apontando inúmeras irregularidades. Como estas acusações foram omitidas na noticia publicada, destaco aqui:

“… A falta de médicos, de medicamentos, de ambulâncias e os maus tratos são as queixas mais relatadas, e devido a essa má gestão…”

E conclui a descrição das irregularidades com uma acusação direta e inequívoca do cometimento de crimes contra a vida, originados pela má gestão pública da Prefeita Ana Preto:

“… inúmeras vidas foram perdidas”.

O Boca de Rua vai pedir esclarecimento aos Vereadores Rafael, Laila, Loro , França e o vereador do Vila Erminda para saber o que fizeram ao tomar conhecimento das vidas perdidas devido a péssima gestão da Prefeita Ana Preto.

Fizeram B.O? Denunciaram? Ou simplesmente se omitiram…

DO REQUERIMENTO ASSINADO PELOS CINCO VEREADORES DA CEI.

REQUERIMENTO DA CEI 247
REQUERIMENTO DA CEI 2472013

VEREADORA AFIRMA QUE MÉDICOS DA UPA NÃO QUEREM TRABALHAR.

FALAS DA VEREADORA:

“A COMISSÃO É SÉRIA A COMISSÃO VEM TRABALHANDO, NÃO SEI A POSIÇÃO DO GOVERNO, AINDA………….É COM GRANDE TRISTEZA IR NO UPA E VER QUE OS MÉDICOS NÃO QUEREM TRABALHAR….” (SIC)

Ora essa vereadora, a Comissão vem trabalhando de maneira séria, como disse a nossa vereadora. O BOCA DE RUA indaga: Será mesmo?

Com toda seriedade dos trabalhos da Comissão, por que então que deixaram passar esse documento que está juntado aos AUTOS? Isso seria uma irregularidade e ao que me consta essa CEI é, apenas e tão somente, para APURAR EVENTUAIS IRREGULARIDADES, essa é uma delas.

O DOCUMENTO QUE FOI FEITO PAGTO AO MÉDICO ATRAVÉS DO QUE ESTÁ ESCRITO NELE, VEJA:

DOC-ILEGIVEL-CAM01381

Outra irregularidade, a CEI está trabalhando de maneira séria, então por que ainda não convocou o médico Bruno C Pereira para depor e explicar o porquê e como ele fez 229 plantões ininterruptos e recebeu por eles?

Será que está havendo 100% de seriedade na investigação dessa CEI?

Outra IRREGULARIDADE e não são eventuais irregularidades, essas que o BOCA DE RUA e a MONGUE detectaram já estão comprovadas nos autos, essa aqui ó:

NUMERAÇÃO DAS PÁGINAS.

Outra IRREGULARIDADE, também, já comprovada nos autos, esse documento aqui ó:

DO DOCUMENTO ORIGINAL.

DOC-ORIGINAL-1CAM01289

O MESMO DOCUMENTO, DIAS DEPOIS.

SUPOSTA-FRAUDE-CAM01294

Outra irregularidade que também está comprovada e de grande notoriedade é que houve “UMA LICITAÇÃO” em Julho do corrente ano, para escolher a empresa que prestaria serviços na Saúde Pública de Peruíbe e até o dia 25 de Outubro, não tinha sido juntado aos Autos o novo Contrato, juntaram sim o Contrato que foi estabelecido e assinado em 10 de Janeiro de 2013, o qual eles falam que esse Contrato foi à Título Precário e Emergencial, todo Contrato emergencial, que não é o caso desse, a duração dele é de 180 dias, caso não houve, verdadeiramente, a LICITAÇÃO então existe uma AGRAVANTE.

Segundo o Secretário de Saúde, como sempre só fala, não prova nada de suas falas com documentos, ele disse-nos que havia sido aberta uma LICITAÇÃO e que havia sido inscrito “sete” empresas, dentre elas a Plural, mesmo ela sendo investigada pela CEI na Câmara, foi aberto precedente para ela participar da LICITAÇÃO e coincidentemente ela foi a vencedora.

Perguntamos por que ela havia sido a vencedora? O Secretário da Saúde nos respondeu, por que foi a única que apresentou a “CARTA TÉCNICA” mas não nos mostrou a tal CARTA TÉCNICA, fomos mais uma vez fazer vistas aos documentos da CEI, e não vimos a tal CARTA TÉCNICA que deu ganho a PLURAL, o trabalho da CEI é sério, disso não temos dúvidas, mas seria mais sério ainda se fossem juntados todos os documentos que o Secretário da Saúde diz ter, mas não mostra, a CARTA TÉCNICA não está nos AUTOS DA CEI, portanto nos permitimos o direito de não acreditar nas falas do Secretário da Saúde e não ver que essa CEI seja 100% séria.

Vale ressaltar que a dita cuja CARTA TÉCNICA que, somente a Plural apresentou, não consta nos Autos da CEI.

O Secretário da Saúde faltou, mais uma vez com a verdade para conosco, quando afirmou que o Contrato com a Plural seria de apenas Seis meses, ou seja, até Dezembro de 2013, pelo que já ficamos sabendo que foi de um ano irá de Julho de 2013 até Julho de 2014.

VEJA O VÍDEO QUE O PRESIDENTE DA COMISSÃO ESPECIAL DE ESTUDOS FAZ SUAS ALEGAÇÕES.

REPACTUAÇÃO OU RESCISÃO CONTRATUAL COM A PLURAL.

COM A PALAVRA O PRESIDENTE DA CEI RAFAEL VITOR DE SOUZA.

Passados dez meses dessa contratação que todos viam ser totalmente errada, só o governo e o povo que está a seu lado, não via isso, somente agora que viram que essa Empresa não estava prestando serviço eficaz à população? O que está acontecendo é, no mínimo, ESTRANHO.

O presidente da CEI em suas falas, diz que erraram e humildemente pede desculpas à população pelo erro cometido.

Senhor Presidente e demais membros da CEI que todos esses elementos votaram a favor desse erro, esse setor, senhor Presidente, é um setor que não admite erros crassos como esses que vem sendo cometidos e os usuários do SUS têm pago alto preço por esses erros cometidos, ou seja, pagam com a VIDA isso é grave, e por que não dizer gravíssimo, que agora, depois que ” INÚMERAS VIDAS FORAM PERDIDAS “ como essa Comissão afirma e ratifica assinando o Requerimento, só agora foram perceber o que já estava notório desde o início dessa contratação que não foi, supostamente, irregular está provado que foi irregular, por inúmeros aspectos, dentre eles o que está relatado no Requerimento, tais como: “FALTA DE MÉDICOS, DE MEDICAMENTOS, DE AMBULÂNCIAS E MAUS TRATOS” devido a esses fatores, que INÚMERAS VIDAS FORAM PERDIDAS, como ressaltam os cinco vereadores no Requerimento enviado à Prefeita.

Quem irá responder civil e criminalmente, por essas INÚMERAS VIDAS QUE FORAM PERDIDAS?

Seria a prefeita, a Empresa e os vereadores que foram coniventes com essa Contratação dessa Empresa?

O QUE DIZ A LEI 8.666/93 – LEI DAS LICITAÇÕES.

Por sua vez, a Lei n. 8.666/93 – Lei de Licitações e Contratos da Administração Pública, ao regulamentar o comando constitucional antes mencionado, assegurou a manutenção do equilíbrio econômico-financeiro inicial do contrato (art. 57, § 1º; 58, I, §§ 1º e 2º, e 65, II, d, e § 6º), a obrigatoriedade de previsão, no edital e no contrato, do critério de reajuste do custo contratual desde a data da apresentação da proposta até o período de adimplemento (art. 40, XI e art. 55, III), e a correção monetária, que incide entre a data final do período de adimplemento da obrigação e o efetivo pagamento (art. 40, XIV, “c”). Como se percebe, a Lei n. 8.666/93 não faz alusão expressa à repactuação.

Cumpre ao BOCA DE RUA ressaltar e alertar a essa Comissão Especial de Investigação (CEI) que ela foi aberta, única e simplesmente, para APURAR EVENTUAIS IRREGULARIDADES NAS CONTRATAÇÕES DAS OSs, INCLUSIVE DA OS PLURAL.

Seria desviar o foco dessa CEI se enveredassem por caminhos que não são o objetivo da Investigação, como esse, por exemplo, que os cinco vereadores enviam Requerimento à Prefeita solicitando que ela, eventualmente, cometa outro erro para tentar encobrir o erro já sacramentado em 10 de Janeiro de 2013, esse Erro é irreversível, já está caracterizado, não tem como passar uma borracha nele.

Está mais que provado que houve inúmeras irregularidades, dentro de todas as contratações, desde a MRF, CARVALHO, OSEP, ABC e agora a PLURAL, os erros crassos das contratações dessas OSs, estão sendo sequenciais, a população já teve inúmeros dissabores com perdas irreparáveis de seus entes queridos, isso afirmado por cinco vereadores, devido a essas contratações que foram e estão sendo feitas por ADMINISTRADORES INCOMPETENTES E IRRESPONSÁVEIS, a população não tem que pagar um preço alto pelo AMADORISMO DE UMA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA.

Já passou da hora da Prefeita Ana Preto, Paulão, Nelsinho do Posto e tantos outros pararem de brincar com a vida humana.

POSTADO PELA EQUIPE DO BOCA DE RUA

MULEKE

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

6 respostas a Péssima notícia no dia do Padroeiro do Servidor Público. Funcionários da UPA estão sob suspeita.

  1. KAKA disse:

    FORA ANA PRETO !!!!!!!!!!!!!!
    PRECISAMOS DE UMA ATITUDE IMEDIATA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • KAKA, obrigada pela visita, você está certíssimo, precisamos mesmo de atitude imediata, para que cessem de vez as perdas de vidas preciosas, por que toda vida é preciosa, seja ela de qualquer ser humano, ou de qualquer ser vivo do planeta, não se perde uma vida, por incompetência em administrar, e fica por isso mesmo, por conta da fatalidade. Tem que punir os responsáveis por tudo isso.

  2. Stanley disse:

    Agora, temos a nova da plural!
    Semana passada, a empresa demitiu alguns funcionários do Gesso e o Secretário de Saúde mandou alguns funcionários públicos do hospital para UPA, o que indignou os funcionários, já que a “empresa” recebe( e muito bem) para manter uma equipe de imobilização ortopédica no local. Além disso foram comunicados de que a partir daquele momento estariam subordinados a chefia da plural. Lindo né!!!?

    Em qualquer lugar um serviço é Terceirizado e a empresa coloca seus próprios funciona no local, afinal ela já prevê isso no valor que cobra e em seu contrato.
    Mas em Peruíbe Não…
    Aqui a Prefeitura é uma Mãe!!!
    Pra que a empresa vai gastar o dinheiro que ganha se nós já temos uma equipe? Então vamos emprestar nossos funcionários pra ela. Assim vai sobrar um dinheirinho a mais.
    Parece que hoje os funcionários “públicos” se negaram a vir trabalhar na UPA a serviço da Plural.
    Muito Bem!!! Eles são pagos pelo Município e a plural recebe para manter o serviço funcionando.

    • Stanley, segundo ficamos sabendo a culpa não está na Empresa Plural e sim no repasse da Prefeitura que não está havendo, a prefeitura, supostamente esteja mentindo mais uma vez para a população, depois de tantas mentiras contadas pela prefeitura, essa seria mais uma delas, não está havendo repasse da prefeitura para a Plural, sendo assim não há como a Empresa honrar com os compromissos dela, uma vez que essa Empresa é sem fins lucrativos, segundo estabelece o Contrato de 10 de Janeiro de 2013, sendo sem fins lucrativos, ela fica numa situação confortável, de não havendo repasse não há pagamento, diferente do que a vereadora disse, que a Empresa teria que ter dinheiro em caixa para honrar com os compromissos, não empresa sem fins lucrativos, deveriam ter visto isso antes de assinar qualquer contrato.

      O erro está, apenas e tão somente, na prefeitura, pois foi ela quem estabeleceu e assinou o Contrato, que sendo a Título Precário e sem Fins Lucrativos isenta toda e qualquer eventual responsabilidade de honrar com os pagamentos caso não haja o repasse da prefeitura.

      Agora a prefeitura quer deixar transparecer que é boazinha, dizendo que vai rescindir o Contrato por que a Empresa não está trabalhando a contento, é fácil jogar as irresponsabilidades em cima dos outros.

      Não estou aqui, querendo aplaudir esse ou aquele, só sei que o povo é que fica no fogo cruzado nessa briga de TITÃS, enquanto eles ficam com essas picuinhas a população sofre pela falta de médicos, remédios, ambulâncias, enfermeiros e etc.

  3. Stanley disse:

    Concordo plenamente!!
    A maneira que a contratação foi feita mostra claramente que não há santos nesse negocio, o objetivo é bem claro. Levar dinheiro! Esse negocio de entidades sem fim lucrativos, todos conhecemos muito bem, isso é uma grande jogada para se livrar de responsabilidade.
    A prefeita também não contratou a Plural atoa, nós sabemos bem como foi o processo de contratação. Ha muita sujeira dos dois lados.
    Infelizmente quem paga a conta é o povo!!!

  4. Marco Antonio disse:

    Uma coisa atormenta minha mente: AP e MB eram oponentes na última eleição. Será que eram mesmo ou era apenas um jogo de cena ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>