Alguns vereadores de Peruíbe, supostamente, estão envolvidos em Tráfico de Influência na liberação de licença de ambulantes o, suposto, esquema estaria dentro da prefeitura de Peruíbe?

MORADORES ANTIGOS DE PERUÍBE NÃO CONSEGUEM RENOVAR A LICENÇA DE AMBULANTE.

AMBULANTE

Vários moradores de Peruíbe, desempregados, que sempre tiveram licença de ambulantes para vender na praia em temporada, tiveram suas licenças rejeitadas, pelo forte esquema que supostamente esteja havendo na Prefeitura de Peruíbe.

Ambulante de mais de 40 anos de residência e que o único sustento dele e de sua família é a venda de produtos na praia na alta temporada, esse ano, de 2014, foram suspensas as licenças desses pais de família, para, supostamente favorecer aos amigos, aos indicados por vereadores que votam a favor dos projetos da prefeita e o pior de tudo isso, funcionários concursados do município tiveram licença para, em finais de semana, poderem trabalhar na praia e em alta temporada colocar alguém da família para trabalhar como ambulante, todos os dias, em detrimento de quem realmente precisa, de quem realmente não tem outra fonte de renda.

O BOCA DE RUA foi procurado por vários ambulantes e foi atrás para resolver, segundo, um fiscal da prefeitura disse para as ambulantes e para o BOCA DE RUA isso aqui ó:

CONVERSA COM UM FISCAL DA PREFEITURA

AMBULANTE: Já tomei as vacinas, já juntei toda documentação exigida pela prefeitura e não liberaram a minha licença, para trabalhar na praia, o senhor Carlos do Gabinete, disse para mim: – Espere uma próxima oportunidade. O que eu vou fazer???

FISCAL : - Eu vou dar o caminho das pedras: Esse papel a senhora pode entregar para qualquer vereador, qualquer um! Se eles fizerem o pedido aqui, vai que dá….,ou não…, mas normalmente dá!

BOCA DE RUA, PERGUNTA: Teve algum critério para se estabelecer qual o limite de licenças?

FISCAL: Teve sim, a INDICAÇÃO POLÍTICA DE VEREADOR.

BOCA DE RUA: INDIGNAÇÃO: Nossa, não pode Fiscal!

FISCAL: Pode sim, quem vota a favor dos projetos da prefeita é garantido que conseguem a licença para os indicados deles.

BOCA DE RUA: Nossa Fiscal, muito estranho, muito estranho mesmo!

FISCAL: Estranho, estranho “foi” as mais de 130 licenças que ele deram seis meses antes das Eleições os vereadores distribuíram as licenças de ambulantes.

AMBULANTES E BOCA DE RUA: Assustaram e ficaram perplexos com a informação que caiu como uma bomba na cabeça dos ambulantes, se sentiram passados para trás e o pior esses ambulantes que foram rejeitadas as licenças pagam uma taxa anual, eles estão com tudo em dia, tudo pago anualmente para não perderem as licenças e mesmo assim foram rejeitados os pedidos de renovação. DESRESPEITO com os moradores dessa cidade há mais de 40 anos.

FISCAL: Nós temos mais de 100 pedidos parados na mesa da prefeita esperando o pedido de algum vereador que vota a favor dos projetos dela…..

Diante de tais afirmações vinda de uma “autoridade da fiscalização da prefeitura” só nos restou procurar outra autoridade, a da Justiça, para a prefeita e os vereadores que estão indicando os ambulantes preferidos, se explicarem.

LIGAÇÃO PARA O DIRETOR DA DEFESA.

O BOCA DE RUA ligou para o diretor da Defesa Social que veio com a seguinte informação, que o chefe de Gabinete encerrou toda a liberação de licença na tarde do dia 12/02/2014, foi então que o BOCA DE RUA resolveu ligar para o chefe de Gabinete que nos deu a seguinte informação:

LIGAÇÃO PARA O CHEFE DE GABINETE.

Por qual motivo foram impedidas as licenças de ambulantes???

CHEFE DE GABINETE:Quando chega em um número de aproximadamente 400 licenças encerram-se as liberações e somente no mês de Março de 2014 terá novo cadastramento e eventualmente serão concedidas as licenças para a nova temporada de 2015.

Segundo informações de terceiros, o BOCA DE RUA ficou sabendo que várias pessoas que, sequer moram em Peruíbe, residem em São Paulo, vêm de férias e tiveram licença para trabalharem na praia, durante a estada em férias na cidade, levando todo o lucro para gastarem em outra cidade, Peruíbe fica apenas com as sujeiras desses paraquedistas, gafanhotos e oportunistas só por que são parentes de pessoas que trabalham na municipalidade e parentes de alguns vereadores.

VENDEDOR-AMBULANTE

Qual o critério utilizado para escolha de ambulantes?

O chefe de Gabinete, disse que não falaria nada com o BOCA DE RUA por que o BOCA não seria a parte interessada, em seguida o BOCA passou o telefone para o chefe de Gabinete falar, direto, com o ambulante interessado que foi enrolado e nada resolvido, dizendo um abraço e até breve, desligando o telefone.

OBS: REFERENTE AS FALAS DE UM FISCAL, O BOCA DE RUA TEM DUAS TESTEMUNHAS E GRAVAÇÃO, COMPROMETEDORA E ENTRARÁ NA JUSTIÇA.

POSTADO PELA EQUIPE DO BOCA DE RUA

CEGA

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>