McDonald’s de Peruíbe despeja óleo de fritura em plena rua, a céu aberto.

MCDONALDS-FACHADA-CAM05905

A maior manifestação de crime ambiental que uma Empresa pode cometer é essa que está sendo exibida para todos vocês.

Nesse dia (19/11/2014) o BOCA DE RUA recebeu uma ligação anônima de moradores do Bairro Flórida, bem próximo à Praça Flórida a praça do artesanato que está dessa maneira, como senão bastasse o abandono total desse local, as ruas desse Bairro cheias de mato, a praça Flórida que deveria ser um ponto turístico de Peruíbe está jogada às traças, como não bastasse todo esse desmando referente a esse local, que hoje, por volta de 10 horas o BOCA se dirigiu até a Praça Flórida para ver o que o MC DONALDS está fazendo com os moradores do entorno.

DESPEJO DE ÓLEO DE FRITURA, A CÉU ABERTO, DO MC DONALDS DE PERUÍBE.

OLEO-DO-MC-DONALD-3-CAM0590

Com total desrespeito e ilegalidade essa empresa de Fast Food despeja, sem nenhum escrúpulo, todo o óleo de fritura que foi utilizado durante o atendimento noturno, com a lavagem da loja são despejados a céu aberto.

Esse espaço fica na Rua Colombo Americano dos Santos, bairro Flórida, bem em frente à praça Flórida do artesanato.

VEJA O VÍDEO DO DESRESPEITO AO CIDADÃO PAGADOR DE SEUS IMPOSTOS.

Essa Administração é obediente à Lei somente quando beneficia a ela, como nesse caso que disseram ter dez dias, de acordo com a Lei, para solucionar o problema desses moradores, desse bairro por que eles cumprem, obedecem à risca a Lei nos prazos e não obedecem a Lei dos crimes ambientais?

Veja os estragos causados pelo óleo de cozinha despejado no ralo da pia.

O consumo de óleo no país é de quinze litros por brasileiro, no ano. Para evitar a contaminação do solo, dos rios, jamais jogue óleo de fritura na pia ou no ralo. Existe uma boa solução para toda esta sujeira: a reciclagem.

O óleo quando vai para a galeria de esgoto funciona como uma cola, aí vai juntando tudo. Um fiozinho de cabelo, fio dental, um pedacinho de plástico, tudo isso fica concentrado, forma-se uma massa e acaba entupindo a rede de esgoto.“Chega a ficar realmente entupida e isso pode provocar o que se chama de refluxo, ou seja, o esgoto retornar a residência causando incomodo, mau cheiro, etc”, (Giuliana Girad São Paulo)

MANCHA-GIGANTE-DE-OLEO-DE-C

Óleo de cozinha causa problemas ambientais e urbanos.

Entenda o motivo pelo qual o óleo de cozinha não deve ser despejado no ralo da pia e muito menos despejá-lo na sarjeta e saiba o que fazer com ele após utilizar.

Um litro de óleo de cozinha tem a capacidade de contaminar cerca de 25 mil litros de água. Uma quantia, mesmo que pequena, do produto leva 14 anos para ser totalmente absorvida pela natureza.

CAIXA-DE-COLETA-DE-OLEO-CAM

Ligamos para a diretora do meio ambiente que passou a bola para a Vigilância Sanitária, num drible de tentar contornar uma situação insustentável como essa que nos apresenta vindo de uma Empresa de nome internacional, deveria ao menos ter consideração pelos que recebem com o maior respeito aqui no Brasil.

Entramos em contato com a Vigilância Sanitária e o diretor desse departamento, muito gentil, como sempre foi, também, passou a bola para o Setor de Obras e nos afirmou já ter estado no local minutos antes do BOCA DE RUA chegar e que todas as providências cabíveis já foram tomadas.

Fomos ao departamento de Obras falar com o diretor daquele setor, senhor Haroldo Borille que rapidinho passou a bola para o diretor da SABESP, dizendo ser da alçada daquele órgão, quando nos dirigimos à SABESP o diretor nos informou que é da Alçada, sim da Vigilância Sanitária e do Meio Ambiente, mas que iria dar uma chegada até o local para verificar a veracidade da denúncia que repassamos a informação da Funcionária do McDonalds, quando ela afirma que a empresa não tem rede de esgoto.

Vamos aguardar esse feriadão passar para checarmos como será o andamento do atendimento desse local, caso volte teremos que, mais uma vez, entrarmos em Contato com os órgãos competentes e defensor do meio ambiente.

OLEO-DE-COMIDA-1-CAM05896

OLEO-DE-COMIDA-2-CAM05900

POSTADO PELA EQUIPE DO BOCA DE RUA

MC-DONALD1

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

17 respostas a McDonald’s de Peruíbe despeja óleo de fritura em plena rua, a céu aberto.

  1. otelo bettacchi junior disse:

    é Claudete , se fosse uma lanchonete qualquer da cidade, iriam multar , notificar ate fechar , mas como se trata do Mc Donald’s , te garanto que nem vão tomar conhecimento , no máximo vão ligar na lanchonete de luxo e avisar pra tomar cuidado pois tem uma jornalista chata fazendo matéria sobre o procedimento que estão fazendo com o óleo e vai ser tudo . pode ter certeza disso

    • Exatamente isso, Oltelo, mas o BOCA DE RUA não vai dar trégua, vamos ficar de olho nessa “lanchonetizinha”, não importa se ele é O FRANCISCO, pois o pau que dá em chico nessa cidade de coronéis não dá em FRANCISCO, mas vai dar sim, tudo parou por que veio o feriadão prolongado e todos os setores do município pararam então vamos aguardar segunda-feira para continuarmos cobrando ainda mais de quem não vamos dar trégua.

      Tem um dono de um barzinho lá num bairro dessa Sucupira desvairada, ele tem o comercio como meio de sobrevivência sem se locupletar de dinheiro, segundo ele fez apenas um puxadinho para os clientes não tomarem chuva ao entrar no comércio e foi multado em mais de 6 mil reais e teve que demolir o puxadinho ao passo que o pão de maçã e o Portuga, esses não são obrigados a demolir, tampouco, levam multas, e olha que é um puxadão.

      Senhores fiscais vamos ser imparciais, vamos cumprir e fazer cumprir a Lei de uso e ocupação do solo, o código de posturas que alguns fiscais não têm postura correta.

  2. Pedro Albuquerque disse:

    Eles estavam limpando nesse exato momento!

    • Sim deveriam estar limpando dentro e sujando fora. Não sei Pedro Albuquerque, se estavam limpando ou estavam sujando, mais parecia que estavam sujando emporcalhando tudo, sem contar que estava perigoso andar nas imediações pois estava muito escorregadio.

  3. luiz disse:

    E uma empresa deste porte não ter um diretor competente é uma Vergonha , doe este
    produto e não faça esta Meleca toda.

  4. Diogo disse:

    Decreto 6.514/98

    Art. 61. Causar poluição de qualquer natureza em níveis tais que resultem ou possam resultar em danos à saúde humana, ou que provoquem a mortandade de animais ou a destruição significativa da biodiversidade:
    Multa de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) a R$ 50.000.000,00 (cinqüenta milhões de reais).
    Parágrafo único. As multas e demais penalidades de que trata o caput serão aplicadas após laudo técnico elaborado pelo órgão ambiental competente, identificando a dimensão do dano decorrente da infração e em conformidade com a gradação do impacto.
    Art. 62. Incorre nas mesmas multas do art. 61 quem:
    V – lançar resíduos sólidos, líquidos ou gasosos ou detritos, óleos ou substâncias oleosas em desacordo com as exigências estabelecidas em leis ou atos normativos;

  5. Diogo disse:

    Não deixem barato! Procurem a secretaria municipal de meio ambiente!!! Além disso não existe essa desculpa que “estavam limpando!”. Os resíduos devem ser coletados separadamente!!! ISSO É CRIME!!!

  6. Raul Felipe disse:

    Olá, bem… É realmente absurdo o ocorrido, meu pai e minha madrasta são fiscais e os mesmos já haviam vistoriado o local através de uma denúncia e deu um prazo para solução do problema, que deve ser feita com “DETERGENTE” que SIM, é um produto “BIODEGRADÁVEL”, e não, não foi por causa do Boca de Rua que foi solucionado e sim cumprindo o prazo da autoridade sanitária munincipal. Porém deve-se saber o motivo do problema, já que a rede MC DONALD’S é um ponto cadastrado de coleta de óleo, o qual tem tratamento, filtragem, limpeza e descarte para reciclagem. Fui atrás então e me informei com um amigo que trabalha na rede de fast food “André Luis Barbosa Coelho” e fui informado que o problema foi um ocorrido isolado, gerado por um descuido de um funcionário inexperiente que derrubou um galão de óleo no dia anterior à sua reportagem sensacionalista que disse estar a mais de um ano no local.
    Me indigna a senhorita insinuar que meu pai e minha madrasta, que acordam cedo todos os dias para efetuar seu papel como Fiscais, foram postos como incompetentes na sua descrição feita por uma pessoa tão culta que não sabe nem que detergente é uma matéria biodegradável. Acho que deveria pesquisar um pouco sobre elementos químicos, saneamento básico e direito já que desperdiça seu tempo difamando trabalhadores MUITO honestos, os quais você ao menos conhece ou sabe o que fazem e principalmente desconhece a reputação ilibada e incorruptível dos mesmos.
    Não tenho intenção de proteger a rede de fast food e sim defender o bom senso, a VERDADE (que foi deturpada na reportagem) e valorizar a mesma índole que formou a minha.

    • Quanta mentira reunida em uma só pessoa e qual a sua intenção de proteger uma multi nacional? Só mesmo pessoas de mente infantil como a sua para ter uma atitude medíocre dessas engraçado que esse problema já vem ocorrendo há mais de um ano, e não foi apenas um caso isolado e sim há mais de um ano que despejam, de maneira desrespeitosa, óleo de comida em frente as residências do entorno.

      Curioso que não foi devido a denúncia do BOCA DE RUA que eles pararam de despejar óleo? Então foi por qual denúncia? Se no dia seguinte voltamos lá e estava tudo limpo sem despejar óleo e não despejaram mais, fica aqui a informação senhor Raul Felipe que deve ser um puxa-saco de plantão, sendo através da denúncia do BOCA DE RUA ou não o importante é que no dia seguinte da denúncia do BOCA DE RUA, pararam de despejar óleo, manda quem pode obedece quem tem juízo, no caso em tela, o McDonald’s tem juízo.

      Se o senhor está indignado com a minha postura e tentando descaracterizar as evidências dos fatos, tentando maquiar o horrível em denúncia vazia, vale ressaltar que fomos ao local e constatamos os horrores de muito, mais muito óleo sendo despejado de maneira abundante, sim, em frente aos portões das residências vizinhas, eu não faço questão nenhuma que o senhor acredite nas minhas palavras, só não vou admitir que o senhor negue as evidências das fotos e das filmagens.

      O seu achismo não vai mudar em nada os fatos verdadeiros, não se sinta o UMBIGO DO MUNDO. Não esquecer, ninguém é o centro do universo, muito menos o senhor.

      Passe bem e obrigada por acessar e contribuir com os mais de 4.874.267 quatro milhões e oitocentos e setenta e quatro mil e duzentos e sessenta e sete acessos.

  7. Raul Felipe disse:

    Sua reportagem tem motivação política (a parte da qual eu concordo já que considero a atual prefeita a pior administração que Peruíbe já teve, não que as anteriores tenham sido boas) . Sua motivação é válida pois alguém tem que se opor. Porém você usou do sensacionalismo para chamar a atenção, com isso buscando atingir à prefeita, proprietária da franquia, acabou deturpando o trabalho de terceiros. Ela não será prejudicada em nada, e sim a empresa(que pouco me importa) e os “funcionários”, que dependem daquilo já que faltam oportunidades de emprego em nossa cidade e giro de capital. Os fiscais tem estrutura precária, não tem carro para trabalharem, mas mesmo assim jamais permitiriam óleo sendo despejado na rua durante mais de 1 ano. Minha mãe é a fiscal que mais executa processos, isso porque ela vai “a pé” fazer seu serviço! Meu pai e minha madrasta utilizam de seu automóvel particular muitas vezes! Não te passa na cabeça que você está desmerecendo pessoas com fatos nem tão concretos? Você pode solicitar o processo aberto pela denúncia de vazamento de óleo do MC Donald’s, isso é um fato, documentado oficial do município. Lá você vai ver que meu pai executou o processo um dia antes de sua matéria.
    (são FATOS documentados)
    Agora me apresente provas de que há um ano que este incidente acontece…? Fatos são “DOCUMENTOS” podendo ser em forma escrita oficializada ou em vídeo.
    Não sou UMBIGO de nada, apenas defendo o correto, o que o mesmo fiscal que vistoriou a situação me ensinou desde que nasci.
    Pense um pouco.

    • Se defendesse, mesmo o correto, pelo que entendi sua mãe, sua madrasta e seu pai trabalham na prefeitura, isso tem um nome legal, sabe qual é???

      As provas e comprovações que esse óleo está sendo despejado há mais de um ano foram os moradores do entorno que disseram, e se há esse problema ainda, por que não interditaram essa lanchonete?

    • Raul Felipe, por que tudo em Peruíbe tem que ser na base da chantagem? Pode isso estar errado mas gera emprego, pode aquilo estar errado mas temos alguns médicos, ainda que eles nem trabalhem 24 horas e receba por 30 horas, pode isso, pode aquilo, ainda que esteja de maneira ilegal, na contramão da Lei, como é a UPA o AMÉM e por aí vai.

  8. Pietro disse:

    Raul,quantos Big Macs voce ganhou?

  9. Raul Felipe disse:

    Derrame de óleo em vias públicas não é correto, eu concordo! Porém não é culpa dos ficais… Olha, nunca vi acontecer antes… Se vinha acontecendo a mais de um ano por que não foi denunciado antes? Eles tem coleta de óleo… Faz parte da campanha de marketing de “ecologicamente corretos” da empresa…
    Porque deveria interditar a lanchonete se existem estabelecimentos em piores condições sanitárias na cidade que não foram interditados por razões políticas… A higiene do estabelecimento é incontestável… A questão do óleo foi sim um fato isolado… E foi dado um prazo à administração, se não fosse cumprido até o prazo resultaria em multa ou interdição… Isso faz parte das normas técnicas federais de conduta do fiscal…
    Quer uma sugestão de matéria absurda? Filme as condições de armazenamento, refrigeração e higiene dos box do portinho… Mas vá preparada para lidar com as peixeiras! Quando foram emitidas multas aos donos dos box sabe o que aconteceu? Ninguém teve coragem de entregar as multas, isso por motivos de segurança e de política! Então ficou no “fazer o que?!” e as pessoas compram alimento mal refrigerado com muitos dias de armazenamento e sem condições de higiene! (existem alguns poucos box’s que não se aplicam ao mesmo)
    Daí supor que deveriam passar por cima da norma federal e interditar o estabelecimento por pertencer à prefeita seria muita pretensão… Isso colocaria à prova a honestidade e a boa índole do fiscal.
    O Subway por exemplo, é uma multinacional, porém as condições de higiene imposta pela empresa ao dono da franquia (um ex gerente bancário trabalhador e esforçado) são impecáveis e incontestáveis! Os comerciantes locais dificilmente alcançam a mesma qualidade de higiene deles… No caso do MC Donald’s, a dona da franquia é herdeira de uma fortuna, não batalhou para ter o que tem mas uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa… Não se pode misturar o profissional com a opinião pessoal, o tratamento de ambos deve ser igual, assim como a aplicação dos meios de punição…
    Meu pai, minha mãe e minha madrasta são fiscais pois são todos esforçados e capazes de alcançar objetivos, não entraram em seus cargos por facilitação política nem trambique em concursos públicos… Simplesmente estudaram e fizeram por merecer! Assim como eu sou funcionário público em São Vicente porque estudei e passei em um concurso aos 20 anos de idade…
    A saúde, educação, habitação, e todos os outros setores públicos estão precários! Assim como a estrutura da vigilância esta precária… Mas os fiscais (pelo menos os meu familiares) não tem culpa disso e se desdobram para trabalhar mesmo sem condições administrativas…

  10. Mary disse:

    Entao parabens pela noticia, mas eles foram multados? Foi addiante? Nao estao fazendo mais isso?

  11. vania disse:

    o problema do mundo é que a maioria tem interesses que não contribuem com a natureza!
    Onde há bom senso há consenso, apenas cada um faça sua parte… e bem feita, para o bem geral da nossa casa – o ambiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>