Liminar da Justiça ‘barra’ contratação de terceirizadas na saúde de Peruíbe.

upa1

DEU NO G1 – UMA LUTA ANTIGA DO BOCA DE RUA A JUSTIÇA ACATOU MAIS UM PEDIDO DO BOCA PARA ERRADICAR AS CONTRATAÇÕES DAS TERCEIRIZADAS NA SAÚDE, VEJA A MATÉRIA, NA ÍNTEGRA:

17/02/2016 09h52 – Atualizado em 17/02/2016 09h52

Liminar da Justiça ‘barra’ contratação de terceirizadas na saúde de Peruíbe Vara do Trabalho determinou contratação apenas de concursados.

Denúncias envolvendo entidades sociais começaram em 2012 com Osep.

Do G1 Santos

Após uma série de problemas e denúncias envolvendo a contratação de empresas terceirizadas na área da Saúde desde 2012, a Justiça do Trabalho ‘barrou’ a contratação de novos prestadores de serviço na saúde pública de Peruíbe, no litoral de São Paulo. A decisão foi divulgada na última terça-feira (16).

A liminar concedida pela Vara do Trabalho de Itanhaém ao Ministério do Público do Trabalho (MPT), determina ao município e a prefeita Ana Preto que contratem apenas funcionários aprovados em concurso público para a pasta. “Inclusive para exercício das funções de confiança em cargos em comissão”.

Com isso, o MPT pede a substituição de todos os funcionários terceirizados por concursados no prazo máximo de um ano. Caso a decisão seja descumprida, será aplicada uma multa diária de R$ 10 mil.

O MPT em Sorocaba entrou com um Ação Civil Pública contra a prefeitura e a chefe do executivo na época, a então prefeita Milena Bargieri, e a atual, Ana Preto, por considerar inconstitucional a terceirização da gestão de recursos materiais e humanos relativos aos serviços de saúde por meio das entidades da Organização Social Educacional Paulistana (Osep), Fundação ABC e Organização Social Plural.

ANA-X-MILENA

As entidades foram responsáveis pelas gestões do Pronto Socorro Municipal e, posteriormente, da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade. Mesmo após o processo de ‘municipalização’ da saúde, iniciado no fim de 2013, quando a prefeitura começou a gerenciar de toda a unidade, um suposto esquema de pagamento extra para plantões médicos também foi alvo de investigação.

Denúncia ‘caixa dois’

A denúncia foi feita ao MPF após a veiculação de uma matéria produzida pelo programa Fantástico, da TV Globo, sobre um esquema de caixa dois no pagamento de médicos pela Osep, durante o ano de 2012 [veja reportagem exibida também pela TV Tribuna na época].

NO inquérito o Ministério do Trabalho aponta que a terceirização extrapola os serviços de saúde pública no hospital municipal e na UPA, devido à subcontratação de funcionários para funções técnicas e administrativas, por exemplo.

“É inadmissível ao Município, tendo em vista as regras constitucionais e legais vigentes, transferir a gestão, gerência e execução de serviços públicos de saúde de seus próprios hospitais ou unidades hospitalares para a iniciativa privada, especialmente, como no caso concreto, quando o real objetivo é promover a intermediação de mão de obra ou ‘privatização dissimulada’ de serviços públicos”, enfatiza o procurador responsável pelo caso, Gustavo Rizzo Ricardo.
FONTE : G1

O BOCA DE RUA ABRE UM ENORME PARÊNTESE.

Para que a cidade tome consciência da dificuldade de se manter um contato onde o desrespeito desta administração, com a população é qualquer coisa fantástica, começando pelo ATUAL CHEFE DE GABINETE.

O BOCA DE RUA foi falar com ele, pelo que aproveitou para pedir o número do celular dele para eventuais informações que pudesse obter e ressaltou que quando ele olhasse para o celular e visse o número do BOCA DE RUA ele não atenderia igual fazia o ex chefe de gabinete, atual MENINA DOS OLHOS DA PREFEITA André Santana, dito e feito, vejam só as mensagens deixadas no celular do atual chefe de gabinete:

AS MENSAGENS DEIXADAS PELO BOCA DE RUA NO CELULAR DO CHEFE DE GABINETE, ALGUMAS RESPONDIDAS, OUTRAS NÃO:

1- CARLINHOS-20160220_1
2 - MSG-ENVIADA-AO-CHEFE-201602
3- CHEFE-20160220_1
4- BOM-20160220_1
5- MSG-ENVIADA-20160220_1
6- ENVIADA-AO-CHEFE-20160220_1
7- MSG-20160220_1
8- MSG-AO-CHEFE-20160220_1

POSTADO PELA EQUIPE DO BOCA DE RUA

SEU-BARRIGA

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>