Funcionário concursado da Câmara de Peruíbe, obriga aos vereadores a votarem contrário no pedido de CEP do BOCA DE RUA para investigar médicos fantasmas da UPA.

MANDADO DE SEGURANÇA IMPETRADO PELA JORNALISTA – CLAUDETE ANDREOTTI – ATRAVÉS DA ADVOGADA DRA TALITA BORGES DEMÉTRIO

1-MANDADO-DE-SEGURANCA

A GRAVAÇÃO OFICIAL DA CÂMARA DEIXA CLARO QUANDO O FUNCIONÁRIO OBRIGA AOS VEREADORES DIZENDO: TEM QUE VOTAR CONTRÁRIO:

Assista ao vídeo, aos 19 minutos e 20 segundos, o funcionário fala nítido: “TEM QUE VOTAR CONTRÁRIO”

ABRIU A VOTAÇÃO OFICIAL DA CEP E O PRESIDENTE DA CÂMARA DISSE EM ALTO E BOM TOM: EM VOTAÇÃO!!!  OFICIALIZOU A VOTAÇÃO. NITIDAMENTE O PRESIDENTE DA CÂMARA DISSE:  “OS SENHORES VEREADORES QUE ESTIVEREM DE ACORDO PERMANEÇAM COMO SE ENCONTRAM OS QUE FOREM CONTRÁRIO SE MANIFESTEM VERBALMENTE.”

Todos os vereadores permaneceram como se encontravam, ou seja, favorável, em todas as votações o que vale é essa primeira rodada oficializou a votação e os vereadores que eram favoráveis permaneceriam como se encontravam e os contrários se manifestassem verbalmente, no silêncio de todos foi aceita a CEP na votação oficial, sim por que sempre o que prevaleceu foi a primeira chamada jamais a insistência com a segunda chamada.

Veja o gesto negativo do funcionário da Câmara e a indução do presidente para que votassem contrário. Ele insistiu na pergunta ( visivelmente houve uma indução do presidente ) e disse: ” os vereadores que estiverem de acordo permaneçam como se encontram e os contrários se manifestem verbalmente”  aí começou a votação contrária, e doze vereadores votaram contrário a investigar médicos fantasma da Administração passada e, supostamente, se estendendo até a atual. Até este momento o BOCA DE RUA ainda não sabia de nada do que eles havia conversado para mudar o teor da votação. Ainda o BOCA argumentou, ” TEM QUE SER VOTAÇÃO NOMINAL”

Esse vídeo foi gravado pela jornalista do BOCA DE RUA. Vale ressaltar que o vereador Astrogildo votou contrário.

VÍDEO FRAGMENTADO SÓ A PARTE QUE INTERESSA A TODA POPULAÇÃO OUÇA ESTÁ NÍTIDO E CRISTALINO, O FUNCIONÁRIO DANDO ORDEM PARA VOTAR CONTRÁRIO,  NÃO TEM COMO NEGAR AS EVIDÊNCIAS DOS FATOS.

VOCÊ TEM QUE FALAR QUE É CONTRÁRIO – DISSE O FUNCIONÁRIO DE 25 ANOS DE CASA SEMPRE ENGESSANDO A CIDADE.

GRAVACAO DA SESSAO ORDINARIA CEP

Com o vídeo oficial da Sessão Ordinária do dia 18 de Setembro de 2019, quando foi ingressado na Câmara com um pedido de COMISSÃO ESPECIAL PROCESSANTE  (CEP ) através da CLAUDETE ANDREOTTI (jornalista ) com registro de MTB 68719/SP para apurar um caso de contratação de médicos fantasmas que ocorreu na gestão da ex prefeita Ana Preto, que a diretora da UPA era a então Dra Mariana Trazzi e o Secretário da Saúde era o Dr. Marco Botteon Neto, essa diretora à época estaria contratando profissionais da medicina de outros Estados, sem nunca ter ouvido falar em Peruíbe e outros funcionários, concursados e portariados estariam assinando juntamente com a diretora à época, vários ou todos os plantões do médico “FANTASMA?”

Como o BOCA DE RUA já divulgou, de maneira exaustiva, toda farta documentação que comprova o alegado, dispensa mais divulgações tendo em vista o foco dessa matéria de hoje ( 06/10/2019) é, apenas e tão somente, mostrar o quanto o funcionário da Câmara, que é concursado, ocupa o cargo de CHEFE DE DIVISÃO LEGISLATIVO, exerce influência negativa sobre os vereadores obrigando-os a votar “CONTRÁRIO” a um pedido de uma munícipe, previsto do Regimento Interno e na Lei Orgânica do Município.

TODOS OS PEDIDOS DE CEP FEITOS PELO BOCA DE RUA, NA LEGISLATURA PASSADA, QUE FORAM REJEITADOS, PRESUME-SE QUE TENHAM TIDO A INFLUÊNCIA NEGATIVA DESTE FUNCIONÁRIO CONCURSADO.

O BOCA DE RUA ingressou na Justiça para fazer valer e obedecer a Lei Orgânica e o Regimento Interno da Câmara, pedindo que esse funcionário concursado seja  “DEMITIDO A BEM DO SERVIÇO PÚBLICO” por desobediência à Lei maior do município, suposto tráfico de influência sobre os vereadores e por atrapalhar o andamento legal dos serviços da Casa Legislativa, interferindo, de maneira direta, nas decisões dos vereadores.

DA GRAVAÇÃO OFICIAL DA SESSÃO DO DIA 18/09/2019

OFICIO-SOLICITANDO-A-GRAVACAO

O BOCA DE RUA fez um ofício enviou à Câmara solicitando a gravação original com o selo oficial da Casa Legislativa e para prevenir baixou o vídeo no computador do escritório para não ocorrer a má fé de deletar, haja vista, nesse dia houve duas gravações, foi fragmentada a gravação da Sessão da Câmara em dois vídeos, penso que deveriam deixar como era antes, por que senão dá a impressão de edição de vídeo e numa sessão ordinária jamais poderá ocorrer edição de vídeo, veja pela foto e o pedido da gravação.

A gravação está nítida o gesto negativo do funcionário CHEFE DE DIVISÃO LEGISLATIVO e nitidamente se percebe ele falando com o vereador Oliveira TEM QUE VOTAR CONTRÁRIO e aí o vereador puxa a fila de votos Contrários e todos os demais vão na mesma linhagem do decano vereador Oliveira, seria por que ele é o mais velho de casa e de idade? Ou seria por que, segundo o BOCA DE RUA ficou sabendo que todas quintas-feiras vão à prefeitura, veja bem segundo funcionários da prefeitura disseram ao BOCA DE RUA que não são todos vereadores mas a maioria deles vai à prefeitura, o que abre precedente do povo imaginar o que quiser pois nenhum vereador que vota contra o povo daria sua cara a tapa, ficando com a imagem política arranhada, sem dúvida que será vereador de mandato único, votando contra o povo sem que houvesse uma contra partida?

SEGUNDO O ARTIGO 237 INCISO IV E ARTIGO 240 § 2º E 3º INCISO II DO REGIMENTO INTERNO DA CASA LEGISLATIVA, ASSIM PRECEITUA.

A aprovação da CEP depende de aprovação por maioria absoluta, devendo assim, a votação ocorrer de forma nominal, como determina o artigo 240 do regimento interno da Câmara de Peruíbe.
(trecho extraído do MS – Dra Talita Borges Demétrio )

Art. 237. Dependerão do voto favorável da maioria absoluta do Plenário a aprovação e as alterações das seguintes proposições:

IV– recebimento de denúncia para apuração de Infrações Político-administrativas e aprovação do Parecer da CEP opinando pelo arquivamento da denúncia;
Subseção IV

Dos Processos de votação

Art. 240. São 3 (três) os Processos de votação:

I – Simbólico;
II – Nominal;
III – declarado.

§ 1º. No Processo Simbólico de votação, o Presidente convidará os Vereadores que estiverem de acordo a permanecerem como se encontram e os que forem contrários que se manifestem verbalmente, procedendo em seguida, à necessária contagem dos votos e à proclamação do resultado. Essa votação desta maneira ocorre para os Requerimentos dos vereadores ( sem relevância alguma )

§ 2º. O Processo Nominal de votação consiste na contagem dos votos favoráveis e contrários, respondendo os Vereadores, à medida que forem chamados pelo 1º Secretário.

§ 3º. A votação Nominal será obrigatória para:
I – votação dos Pareceres do Tribunal de Contas;
II – votação de todas as proposições que exijam “quórum” de maioria absoluta ou de 2/3 (dois terços) para a sua aprovação. Nesse caso exigia quórum de 2/3.

“Flagrante ilegalidade na votação indo contra o Regimento Interno da Câmara municipal de Peruíbe, além de não ser nominal, ficou clara a intervenção de uma pessoa que não era o agente político, o que um funcionaria da câmara tem a ver com a votação, no que ele se beneficiaria com o indeferimento do pedido de  CEP?” ( trecho extraído do MS – Dra Talita Borges Demétrio )

QUEM GARANTE QUE EM ÉPOCAS PASSADAS ESSE MESMO FUNCIONÁRIO DA CÂMARA NÃO TENHA EXERCIDO FORTE INFLUÊNCIA SOBRE OS VEREADORES?

Por isso de que adianta haver toda a troca geral da Câmara de vereadores se continuarem com o funcionário concursado CHEFE DE DIVISÃO LEGISLATIVO exercendo poder sobre todos os demais? Será que os 15 vereadores não sabem qual é o procedimento regimental e legal precisa ser comandado por um funcionário de carreira da Casa Legislativa?

Esse referido funcionário concursado CHEFE DE DIVISÃO LEGISLATIVO dita as ordens de como devem votar ou não? A população que vai à Câmara não entende o porquê da presença constante desse funcionário junto à mesa da Presidência, uma vez que o presidente paga alto salário para um advogado auxiliá-lo nos trabalhos durante o transcorrer da sessão dispensando, portanto, a presença desse funcionário que dita como os vereadores terão que proceder na hora do voto de uma matéria tão importante como foi essa.

CASO NÃO HAJA A DEMISSÃO, A BEM DO SERVIÇO PÚBLICO DESSE FUNCIONÁRIO, SAI LEGISLATURA E ENTRA LEGISLATURA TROCA TUDO E CONTINUA DO MESMO JEITO.

Tem que haver a DEMISSÃO A BEM DO SERVIÇO PÚBLICO desse funcionário. Esse suposto TRÁFICO DE INFLUÊNCIA , há que se apurar na Justiça, tem que ter um fim na Câmara de Peruíbe, não pode continuar com essa imposição vinda de um funcionário de carreira do Legislativo, ele terá que ser DEMITIDO que é o mais alto grau de penalidade que um funcionário público recebe do Estado que é o seu patrão.

O BOCA DE RUA já moveu a máquina Judiciária para, em benefício da População de Peruíbe, “DEMITIR” esse mau funcionário, por conta disso a cidade está engessada não se aprova nada em favor do povo, supostamente, por conta desse funcionário de carreira da Câmara, que agora com essa gravação e a confusão feita por eles próprios no momento da primeira chamada para a votação, não saiu como combinado entre eles antecipadamente nos bastidores, nos porões da Câmara aí deu errado e o “ESQUEMA” foi descoberto.

VAMOS VOLTAR LÁ EM 2013 – PEDIDO DE CASSAÇÃO DA EX PREFEITA ANA PRETO EM 12 DE NOVEMBRO DE 2013 – FOI REJEITADO NA CÂMARA DE PERUÍBE FOI SOBRE A PINTURA DE TODOS OS POSTES DA ELEKTRO.

PEDIDO-DE-CASSACAOMP1

Acesse o Link, Pedido de Cassação da Prefeita de Peruíbe. http://bocaderua.com.br/?p=18515, oito vereadores daquela época votaram contrário, derrota esmagadora da população por conta de um funcionário mal intencionado e maldoso, que insistem em mantê-lo na Casa Legislativa, agora toda população sabe de quem foi a imposição de votar contrário, do funcionário da Casa Legislativa.

Em 12 de novembro de 2013, houve esse pedido. Prefeita de Peruíbe poderá ser cassada, supostamente, por ter feito contratações irregulares. http://bocaderua.com.br/?p=18515

Essa Câmara é responsável pelos mais de 70 milhões que foram tirados dos cofres públicos no governo Ana Preto, por que se tivesse tido compromisso com a cidade, com o povo teria aberto a CEP para apurar o porquê a ex prefeita Ana Preto mandou PINTAR TODOS OS POSTES DA CIDADE DE PERUÍBE, SEM NECESSIDADE ALGUMA, SEM LICITAÇÃO E COM AGRAVANTE OS POSTES SÃO DA EMPRESA ELEKTRO, lembra disso povo ? Usou, de maneira indevida, o dinheiro público. Até o momento sem solução.

Foi o primeiro pedido de cassação no mesmo ano da posse da ex prefeita que o mandato dela estava apenas começando, onze meses após ela assumir a cadeira do Executivo o BOCA DE RUA já teve motivo de sobra para pedir a Cassação do mandato dela e sabe o que o vereador, reeleito, LORO disse? Calma Claudete, deixa a mulher governar você fica pegando no pé dela o que tem demais ela ter pintado os postes da cidade, por isso eu votei contrário ao seu pedido, se tivesse passado o pedido e fosse uma Câmara séria não teria tido o rombo nos cofres públicos que teve. REPITO, MAIS DE 70 MILHÕES DE REAIS FORA DOS COFRES PÚBLICOS DA PREFEITURA, NA GESTÃO ANA / PAULÃO.

ESSE FUNCIONÁRIO DA CÂMARA PRECISA SER DEMITIDO A BEM DO SERVIÇO PÚBLICO

Ele, diretamente contribuiu para que o município chegasse ao caos que chegou, sim, por que após esse primeiro pedido de cassação contra a ex prefeita promovido pelo BOCA DE RUA houve mais 16 pedidos, todos foram votos contrários, houve o pedido por conta da MERENDA ESCOLAR, TRANSPORTE PÚBLICO, SUCATEAMENTO DA SAÚDE, enfim……todos rejeitados por imposição deste funcionários de carreira da Câmara que há vinte e cinco anos vem engessando a cidade através das votações dos vereadores contra a cidade, por imposição deste funcionário, agora está nítido e cristalino por que troca tudo e continua a mesma coisa.

Tem que trocar esse funcionário para poder deslanchar a Casa Legislativa. E pensar que todos os pedidos de CEP vindos do BOCA DE RUA passa pelo crivo dele, aprova com ares de legalidade, somente para dizer que tudo é feito com base na Lei, mas na verdade existe o poder paralelo dentro da Casa que é o desse funcionário, isso tudo acontece por que não temos um procurador legalmente constituído através de Concurso. O pseudo procurador é conivente com tudo isso que ocorre na Câmara de Peruíbe.

O ASSESSOR DO DECANO VEREADOR OLIVEIRA DISSE UMA INVERDADE PARA ALIVIAR A IMAGEM DO VEREADOR DELE.

VEREADOR  DECANO OLIVEIRA

Esse vereador obedeceu ao que o funcionário da Casa ordenou, quando ele disse VOCÊ TEM QUE VOTAR CONTRÁRIO. Ele puxou a fila dos votos contrários, aí todos os demais vereadores, com atitudes  subservientes , votaram contrário.

O ASSESSOR desse vereador está dizendo que a CEP não foi aprovada por que o BOCA DE RUA pediu contra o prefeito e o vice prefeito, novamente o BOCA vai explicar e que fique bem claro o porquê de pedir a cassação do atual prefeito e vice prefeito, simplesmente por que quando houve a contratação desses médicos o PREFEITO e VICE PREFEITO eram vereadores e PREVARICARAM, nada fizeram para investigar, agora no mandato de PREFEITO e VICE PREFEITO, o atual prefeito nomeou como Secretária da Saúde a mesma que era diretora da UPA à época quando houve a contratação de médicos fantasmas e a referida Secretária da Saúde assinou Por Procuração os cheques de alto valor e assinou, também, os Plantões dos médicos que nunca ouviram falar em Peruíbe, a atual secretária nomeada pelo PREFEITO que mesmo sabendo de tudo isso PREVARICOU lá atrás e agora continua PREVARICANDO pois ela continua no cargo, rindo e feliz como se nada tivesse acontecido, ela a ex mulher do vereador Rafael e o diretor da Frota de veículos, continuam contratando médicos de outros Estados.

ATÉ QUANDO VAMOS TER QUE CONVIVER COM ESSAS ATITUDES RASTEIRAS VINDAS DAS AUTORIDADES ?

CAMARA-DE-PERUIBE-IMPUNIDADE-IMPERA

POSTADO PELA EQUIPE DO BOCA DE RUA

IMPUNIDADE-COLARINHO-BRANCO

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>