POLÍCIA PRENDE OITO POR FRAUDE EM LICITAÇÕES. E PERUÍBE ESTÁ ENVOLVIDA. QUE VERGONHA! PRECISAMOS MOBILIZAR A POPULAÇÃO PARA FORÇAR A CÂMARA PEDIR UMA CPI PARA INVESTIGAR ESSAS FRAUDES.

SERÁ QUE ESTE CASO TENEBROSO VAI ACABAR  EM PIZZA AQUI EM PERUÍBE? NÃO PODEMOS PERMITIR ISSO! VAMOS COBRAR DOS VEREADORES, AFINAL O PAPEL DELES É FISCALIZAR E DENUNCIAR.

Mais uma vez, é doloroso e triste, muito triste mesmo ver PERUÍBE estampada nas páginas policiais, nas manchetes de fraudadora, FAZ TEMPO QUE VENHO AVISANDO A TODOS OS VEREADORES PARA FISCALIZAR ESSAS OBRAS, ESSES PROCESSOS DE LICITAÇÃO, ENTRE ASPAS, A TERMAQ, LITUCERA, MIKZ, E OUTRAS “EMPRESAS” VEJAM A VERGONHA DA NOTÍCIA NA ÍNTEGRA:

POLÍCIA PRENDE QUADRILHA QUE FRAUDAVA LICITAÇÕES

Contratos de pelo menos seis prefeituras de São Paulo estão sob suspeita; governador de Tocantins é citado na investigação do Ministério Público

18 de setembro de 2010 | 0h 00

Fausto Macedo, Bruno Tavares e Marcelo Godoy – O Estado de S.Paulo

Operação conjunta do Ministério Público Estadual e da Corregedoria da Polícia Civil de São Paulo prendeu no fim da tarde de ontem seis empresários supostamente envolvidos em um esquema de fraudes em licitações para contratação de empresas de segurança e limpeza.

Contratos de pelo menos seis prefeituras de São Paulo são alvos da investigação – Mauá, Hortolândia, Peruíbe, Indaiatuba, Guarulhos e Campinas.

Segundo o Ministério Público Estadual, políticos e prefeitos podem ter ligações com a organização criminosa. Um único contrato sob suspeita soma R$ 500 milhões. O grupo corrompia agentes públicos para vencer processos de concorrência. A investigação revela contratos elaborados pelos empresários e entregues aos administradores para direcionar as licitações.   A promotoria informou que o governador do Tocantins, Carlos Henrique Gaguim (PMDB), é citado em telefonemas interceptados com autorização judicial. No rastro de um integrante da organização, investigadores descobriram Gaguim e uma comitiva em um hotel em São Paulo.     Como governador tem prerrogativa de foro, o núcleo de Campinas do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco)- braço do Ministério Público – não o investigou. Todas as informações a ele relacionadas serão enviadas segunda feira ao Superior Tribunal de Justiça, corte que tem competência para eventual abertura de inquérito. A assessoria de Gaguim não retornou contatos do Estado, por telefone e por e-mail.   Foram detidos dois policiais civis, Alcir Biason Júnior e Alexandre Felix Sigrist. Eles são apontados como seguranças de uma mansão que servia de base para o grupo em Campinas. Também transportavam valores. Durante meses, agentes da promotoria filmaram o entra e sai de veículos de luxo na casa.   A operação seria deflagrada na terça-feira, mas foi antecipada – os alvos chegaram a trocar telefonemas de alerta e fugiram de Campinas para se hospedar em hotéis de São Paulo com nomes falsos.  Um deputado estadual de Minas também é citado na investigação. Ele teria negócios com a quadrilha na área de mineração. Um contrato, no valor de US$ 400 milhões (cerca de R$ 680 milhões), está sob análise da promotoria. Os negócios são relativos à exploração de uma jazida de manganês no Tocantins.   A investigação nasceu na Polícia Federal há sete meses. Depois, ficou a cargo da promotoria porque os crimes atribuídos aos empresários seriam de competência da Justiça estadual.   A sede das empresas fica entre as ruas Frei Gaspar e Rocha Pita, no Brás, zona leste de São Paulo. Durante toda a tarde a região ficou sob cerco da força tarefa que apreendeu computadores, documentos contábeis e dinheiro. Foram recolhidos com os suspeitos oito automóveis e motocicletas – Vectra, Subaru, Audi, Mini Cooper, BMW X5, Jaguar, MV Agusta F4 (moto de corrida que vale mais de R$ 300 mil) e Harley Davidson.  Dois lobistas foram capturados em Campinas – Mauricio Manduca e Emerson de Almeida. Relatório da força tarefa imputa ao empresário José Carlos Cepera o papel de primeiro escalão da organização. “Na linha de frente das fraudes estariam funcionários de Cepera, os quais fazem o contato direto com os representantes dos órgãos públicos e também das empresas concorrentes, as quais são aliciadas a participarem do esquema mediante promessa de compensação futura em outra licitação.”

******************************$$$$$$$$$$$**********************************

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

2 respostas a POLÍCIA PRENDE OITO POR FRAUDE EM LICITAÇÕES. E PERUÍBE ESTÁ ENVOLVIDA. QUE VERGONHA! PRECISAMOS MOBILIZAR A POPULAÇÃO PARA FORÇAR A CÂMARA PEDIR UMA CPI PARA INVESTIGAR ESSAS FRAUDES.

  1. Marcela bernardo souza disse:

    Acho que vocês estão falando coisas que devem ser investigada antes de acusa alguem.

    • claudete disse:

      Marcela, boa tarde!

      Em primeiro lugar a equipe do BOCA DE RUA agradece o seu comentário de incerteza, pois é, você “acha” e o BOCA DE RUA tem certeza, só é mostrado no BOCA DE RUA as matérias de relevância que veiculam no jornal o Estado de São Paulo, no jornal a Tribuna, ou no laudo do CREMESP, ou então, dados fornecidos pelo TRIBUNAL DE CONTAS, nada é levado ao ar, no BOCA DE RUA, se não tivermos certeza e procedência de fonte verídica e com credibilidade. Fotos do PS em total estado de precariedade visível, vai me dizer que o PS é o suprassumo do melhor atendimento, do melhor local para se ficar internado, nos piores momentos de sua vida? Ora, faça-me o favor!

      Quer me enganar que não houve fraude no CIRETRAN com envolvimento do Delegado? O jornais estariam mentindo? Com que propósito? Quer dizer que não há fraude em licitação com as empresas contratadas de limpeza e segurança? Quer dizer que o CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA faltou com a verdade quando emitiu um relatório de 24 laudas reprovando com veemência o Pronto Socorro que desde 2008 até o dia 29 de Julho de 2010 estava sem registro no CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA, precisamos apurar se ainda está!

      Quer dizer que o CREMESP faltou com a verdade quando menciona que havia medicamentos com data de validade vencida e caixa de psicotrópico totalmente aberta?

      HIGIENE do Pronto Socorro – deficitária em toda unidade consta aspecto de sujo, onde já se viu um Pronto Socorro com sujeira? Até ratazana existe lá no PS, talvez esteja em trabalho de parto.

      Tudo isso e mais ainda, nós gostaríamos sim, que não fosse a triste realidade que é, pois é muito triste saber que o poder público negligencia a SAÚDE e a SEGURANÇA.

      Quer me dizer que a Segurança também está ótima, esses dias a papelaria aquárius esteve na mira de uma arma com um ladrão desequilibrado apontando a arma para todos e ameaçando de matar um por um, é talvez você não saiba o que é nada dessas coisas que o BOCA DE RUA está mostrando, pois deve ser vizinha das mansões dos Bargieris, dentro do condomínio de luxo, andar de carro blindado, ou até mesmo de jatinho, não sabe o que é ser atendido, mal e porcamente, no Pronto Socorro, entrar vivo e sair morto, não sabe o que é ficar na mira de uma arma.

      Ou talvez seja mais uma indicada pela prefeita para aplaudi-la quando recebe títulos disso, ou daquilo, títulos são apenas papel dados por pessoas que não têm o que fazer, ou talvez nem saiba o que está concedendo.

      Marcela, se não tivesse veracidade nas notícias que o jornal o Estado de São Paulo divulga, pode ter certeza, não estaria veiculando, talvez a crítica seja pelo fato de a verdade ferir de morte as pessoas que são adeptas da mentira e querem esconder a verdade do povo que o elegeu.

      Chega de mentiras para encobrir os erros, chega de morrer pessoas por falta de atendimento adequado, chega de hipocrisia!

      Os políticos têm que assumir que estão agindo errado e tentar corrigir seus erros, serem humildes e reconhecerem que estão errando feio, de maneira geral, nessa administração, pois toda ela está falha, estão pecando e traindo o povo que depositou um voto de confiança.

      Talvez você tenha dito isso por falta de informação, é uma hipótese! Ou, então, é vizinha do rei e da rainha.

      BOCA DE RUA agradece seu comentário

      Claudete Andreotti

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>