Carga de chorume vindo parar em Peruíbe, Lei Estadual prevê esse descarte em qualquer cidade do Estado de São Paulo.

A IMPRENSA MARROM DE PERUÍBE NOTICIOU INVERDADES À “GRANDE MÍDIA”, QUE VERGONHA!

Uma imprensa da Baixada Santista que se diz a “GRANDE MÍDIA”, POR EXCELÊNCIA, foi leviana ao publicar a informação de que houve um caminhão carregado com 45 mil litros de chorume que veio do Guarujá e que foi multado em R$ 5.000,00 ( cinco mil reais ) ora, alguns senhores que se dizem Imprensa de Peruíbe, mas que estão sempre pautados em falácias, nos “disque-me disque” não vão atrás de saber a verdade dos fatos e, no afã, de produzir a informação em primeira mão, metem os pés pelas mãos, passam vergonha pois as informações chegam de maneira truncada quando não vão direto com as fontes verdadeiras e ao invés de prestar um serviço de utilidade pública acabam prestando um desserviço à população que várias pessoas estão ligando para o BOCA DE RUA a fim de saber a veracidade do caso, uma vez que não ficou bem explicado pela imprensa Marrom e a “GRANDE MÍDIA.”

A VERDADE DOS FATOS COMO ACONTECEU REALMENTE COM PROVAS DOCUMENTAIS.

O BOCA DE RUA, não tem pressa de divulgar informações se não tiver com base em documentos e ter ouvido os dois lados, vamos lá como tudo aconteceu:

CAMINHAO DE CHORUME 1

A empresa Terrestre Ambiental Ltda obteve certificado de movimentação de resíduos de interesse ambiental emitido pela CETESB para transportar chorume (líquido percolado) proveniente do ATERRO SANITÁRIO SITIO DAS NEVES, da cidade de Santos, para a Estação de Tratamento de Esgoto da SABESP do Jardim Veneza, em Peruíbe/SP.

ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTO DE PERUÍBE NO JARDIM VENEZA

PROCEDIMENTO AUTORIZADO PELA CETESB ATRAVÉS DA LEI ESTADUAL

O procedimento é autorizado pela CETESB, no âmbito Estadual, e a Prefeitura não tem qualquer poder de ingerência sobre esta atividade, tendo em vista, ser Lei Estadual, estabelecida entre Estado, CETESB e SABESP, não cabendo a qualquer cidade da Baixada Santista interferir nesse recebimento, se tudo ocorrer como mandam os procedimentos legais, penso que tudo teria que estar previamente avaliado, para não ocorrer o acidente que ocorreu, deveriam ter previsto todo tipo de eventuais erros e solicitado uma escolta com o uso do APLICATIVO WAZE, hoje em dia tão eficaz para localizarmos lugares desconhecidos e que a cidade de Peruíbe, também, não colabora com a sinalização, não há sinalização de trânsito na cidade, uma pessoa que nunca esteve na cidade, à noite chovendo, sem o uso do aplicativo e sem escolta, certamente que irá se perder e foi o que aconteceu.

O TRANSPORTE DESSA CARGA OCORRE SEMPRE À NOITE

O transporte ocorre sempre à noite em razão de medidas de segurança. O risco de acidente durante o dia é maior. E o transporte ocorre de acordo com o plano de trabalho das atividades do aterro, previamente traçado uma logística para o recebimento da carga, poderia ser em qualquer outra cidade, porém, Peruíbe foi a bola da vez de receber essa carga e, infelizmente aconteceu o que não deveria ter acontecido, o travamento do CAMINHÃO ( BI TREM ) NA SERRA DO GUARAÚ.

O motorista errou o trajeto, talvez tenha pedido informação para alguém  onde ficava a SABESP e informaram que ficava na serra do Guarau foi quando ele tentou subir o top daquela subida íngreme e não conseguiu com isso o veículo BI TREM com 40 mil litros de chorume e não 45 mil litros como informou de maneira mentirosa a GRANDE MÍDIA começou a descer serra abaixo, para evitar uma tragédia ainda maior o Motorista preferiu frear o caminhão e solicitar socorro.

No dia 12 de outubro, por volta das 00 h da sexta-feira, a DEFESA SOCIAL, o Trânsito e Secretaria do Meio Ambiente, foram solicitados para atender a ocorrência, tendo em vista já ser de madrugada.

De imediato, a Secretaria de Defesa Social e a Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura começaram a adotar as providências necessárias para administrar o problema. Os servidores permaneceram no local das 00 h às 17h do dia 12 de Outubro de 2018, em virtude do Caminhão ser um veículo longo com duas carrocerias, ( BI TREM ) como denominam na linguagem popular, não tinha como fazer o retorno na Serra, tendo em vista ser estreito demais o local, não restando alternativa a não ser solicitar um caminhão guincho para rebocá-lo até o Guarau, não foi suficiente um caminhão apenas,  tiveram que solicitar outro caminhão guincho foi quando conseguiram depois de várias tentativas removê-lo até o final da Estrada que seria o Guarau e chegando lá o motor do caminhão fundiu, tendo que permanecer, até o fechamento desta matéria, no mesmo local.

DO VAZAMENTO DO LIQUIDO CHORUME NA SERRA DO GUARAU, A MAIOR PREOCUPAÇÃO DE TODA POPULAÇÃO

Não há vazamento algum atualmente. Houve um pequeno vazamento na estrada, mas ele foi contido e as penalidades aplicadas. A legislação municipal foi aplicada e a empresa responsável pelo ocorrido foi penalizada com a aplicação de multas em aproximadamente R$ 60.000,00 ( sessenta mil reais ) e não cinco mil reais como disse de maneira mentirosa a GRANDE MÍDIA ainda está faltando aplicar a multa da CETESB nesse transtorno todo a empresa será multada em mais ou menos, por baixo, em uns CEM MIL reais, vamos fiscalizar e ver se a multa será mesmo cobrada, pois já foram aplicadas, por um erro de informação gerou um prejuízo homérico à empresa.

AUTO DE INFRACAO
DOCUMENTO DA SABESP

O QUE É CERTO, É CERTO, VAMOS DAR CREDIBILIDADE A QUEM TRABALHOU DE MANEIRA BRILHANTE NESSA DESASTROSA OPERAÇÃO

A Prefeitura permaneceu no local durante todo tempo visando solucionar o problema, apurar responsabilidades e evitar a ocorrência de danos ao meio ambiente e à saúde pública.

Todos os órgãos do poder público municipal responsáveis pelo caso foram acionados e atuaram de forma pontual e eficaz: Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura e Secretaria de Defesa Social, Departamento de Defesa Civil, Departamento de Vigilância e Departamento de Defesa. Também, participaram da operação a Polícia Militar Ambiental e a CETESB e não é o BOCA DE RUA quem está falando isso só está reproduzindo de maneira verdadeira como foi relatado pelos moradores do entorno o trabalho eficaz de todos os órgãos da administração pública.

MUITOS COMENTÁRIOS MALDOSOS E ACUSADORES FORAM DISPARADOS EM QUEM NÃO TEVE A MENOR CULPA.

Se existir um culpado nessa história toda, vamos atribuir a culpa, começando de lá detrás desde a época do ex prefeito Gilson Bargieri e Milena Bargieri ( 2009/2012 ) que retiraram todas as placas da cidade e a ex prefeita Ana Preto/ Paulão não recolocaram as placas, então se tiver que atribuir uma culpa a alguém em primeiro lugar a senhora Milena e o Pai dela por ter retirado as placas e a Ana / Paulão por não ter colocado e a esse atual prefeito bem como o ex diretor de trânsito que ficou lá durante meses e não viu isso, cansamos de informar aos turistas onde ficam as praias aqui em Peruíbe,vergonha essa cidade, depois acontece um acidente desses querem jogar a culpa em cima da Defesa Social, Meio ambiente, pessoas totalmente isentas de qualquer culpa, não estou puxando a brasa para a sardinha de ninguém, mas tudo isso tem que servir como lição que foram vários fatores que contribuíram para que esse erro gigante ocorresse, são os desafetos de alguns setores da cidade que não conseguem tirar o ódio da alma que nutrem por determinadas pessoas e já querem logo atirar todas as pedras do mundo em cima de determinadas pessoas. Todos cumpriram com os devidos deveres obrigacionais autuaram de maneira severa, o máximo que eles poderiam ter feito.

A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR

Se houver a queda de um meteoro em Peruíbe e causar grande impacto ambiental será que vão atribuir a culpa ao Meio Ambiente, à Defesa Social, à Administração ou à Polícia Ambiental?

A Secretaria do Meio Ambiente coletou, em uma garrafa Pet, amostra do liquido de dentro do veículo para poder concluir seus trabalhos enviando aos órgãos competentes para ser analisado  o produto e obter, com isso, um laudo técnico para poder concluir, de maneira eficaz e bem embasada, o relatório.

A população de Peruíbe pode ficar tranquila referente ao vazamento do chorume que foi irrisória a quantia de líquido vazado tendo sido contido logo em seguida não houve tempo de contaminar o meio ambiente, tampouco, o lençol freático.

O caminhão foi deslocado para o Guaraú atendendo as normas e medidas de segurança de trânsito e retornará para a cidade assim que as condições climáticas estiverem favoráveis.

POSTADO PELA EQUIPE DO BOCA DE RUA

TRAVAMENTO

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Uma resposta a Carga de chorume vindo parar em Peruíbe, Lei Estadual prevê esse descarte em qualquer cidade do Estado de São Paulo.

  1. Senhora Mislaine Maria Silva que tem como e-mail falso o seguinte recebiamala@espertinha.com ou masilva1645@gmail.com a sua postagem malcriada e tendenciosa está sendo enviada ao prefeito, à Secretaria do Meio Ambiente e à Delegacia, se a senhora for verdadeira ótimo senão for é covarde que se esconde atrás de um perfil falso, hoje facilmente identificado que é o dono dessa mentira, a senhora ficou frustrada por que não ocorreu do jeito que a senhora queria? A desgraça das desgraças, foi isso que a deixou nervosa a ponto de caluniar e difamar pessoas que estão trabalhando de maneira séria? Sinto informá-la que na administração pública tem pessoas de má índole mas tem também pessoas compromissadas com o trabalho que realiza, essa equipe que acompanhou o caminhão é uma delas. Vem me bater dentro do meu escritório, mas marca o dia e a hora, ok?

Deixe uma resposta para Equipe Boca De Rua Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>